Nadal: 'Toda vez que encontro a imprensa parece que preciso me aposentar'

Rafael Nadal é o maior vencedor de Grand Slam da história do esporte (Foto: Corinne Dubreuil/ATP Tour)


No último dia do ano e começo da nova temporada, Rafael Nadal foi derrotado para Cameron Norrie, 14º do mundo, por 3/6 6/3 6/4 após batalha de 2h45min no duelo contra a Grã-Bretanha.

E o espanhol mais uma vez encarou a pergunta sobre aposentadoria. Aos 36 anos ele mais uma vez rechaçou e ainda cutucou a mídia.

"Quando chegar o dia em que entrar em quadra e disser: 'Isso está ficando difícil'. É o dia
para dizer adeus. Eu não quero e não preciso manter jogando sem motivo. A única razão que faz sentido continuar jogando se eu realmente gosto do que faço, e se eu
realmente sinto isso. Se eu não sinto, quer dizer, eu fiz muito mais do que eu jamais sonhei.
Mas de qualquer forma, para mim, perdi minha partida. É isso, não? Toda vez que venho a uma coletiva de imprensa parece que tenho que me aposentar (sorrindo).
Então vocês estão muito, muito interessados na minha aposentadoria (sorridente). Quero dizer, esse não é o caso no momento. Quando esse dia chegar, eu vou deixar vocês saberem, pessoal. Não continue com a aposentadoria porque estou aqui para
continuar jogando tênis."