Nadal supera problemas físicos e vence no Australian Open; atual campeã Kenin é eliminada

·3 minuto de leitura

Rafael Nadal (nº 2 do mundo), que sofre de problemas físicos nas costas desde antes do Aberto da Austrália, não encontrou dificuldades para vencer o americano Michael Mmoh na segunda rodada nesta quinta-feira, enquanto a atual campeã em Melbourne, a americana Sofia Kenin foi eliminada por Kaiai Kanepi.

Nadal superou Mmoh (177º e vindo das fases eliminatórias), além dos problemas físicos e ambientais, na forma de uma espectadora barulhenta, que foi expulsa quando, posicionada em seu campo de visão, se divertia fazendo gestos grosseiros com as mãos para o espanhol.

"Eu não a conheço e sinceramente não tenho vontade de conhecê-la", comentou Nadal com um sorriso.

"Talvez ela tenha tomado muito gim ou tequila. Não sei, honestamente foi uma situação estranha, mas engraçada ao mesmo tempo", acrescentou Nadal.

O maiorquino, que eliminou seu adversário em 1 hora e 47 minutos com parciais de 6-1, 6-4 e 6-2 enfrentará o britânico Cameron Norrie (69º), que passou pelo russo Roman Safiullin (183º e vindo das eliminatórias).

- Tsitsipas, Rublev e Medvedev vencem -

Possível adversário de Rafael Nadal em hipotéticas quartas de final, o grego Stefanos Tsitsipas (6º do mundo) cedeu dois sets para o australiano Thanasi Kokkinakis, que mostrou um nível superior ao que sugere sua posição no ranking mundial (267º), antes de vencer em uma maratona 6-7 (5/7), 6-4, 6-1, 6-7 (5/7), 6-4.

"Antes de mais nada, vamos esquecer o tênis e agradecer aos fãs que vieram ao estádio. É bom que a 'Tennis Australia' (a federação) tenha permitido a presença dos espectadores porque jogamos dois torneios do Grand Slam no ano passado com os portões fechados (Roland Garros e Aberto dos Estados Unidos) e é bom ter essa energia, sentir que voltamos a jogar tênis", disse o grego a um público que apoiou seu adversário.

E outro aspirante a ir longe, o russo Andrey Rublev (8º), avançou à terceira fase eliminando o brasileiro Thiago Monteiro (74º) por 6-4, 6-4 e 7-6 (10/8).

E no último duelo do dia, o russo Daniil Medvedev (4º no mundo) venceu o espanhol Roberto Carballés (99º) por 6-2, 7-5, 6-1 em 1 hora e 44 minutos.

O russo comemorou seu 25º aniversário com a 16ª vitória consecutiva.

"Se eu tivesse perdido, teria comemorado (o aniversário), mas agora não posso. Amanhã treino para o próximo jogo", confessou.

- Kenin é eliminada, Barty avança -

No feminino, a campeã do Aberto da Austrália em 2020, a americana Sofia Kenin (4ª do mundo), perdeu as esperanças de repetir o título ao ser derrotada por 6-3 e 6-2 pela 65ª do mundo, a estoniana Kaiai Kanepi.

Após a eliminação da canadense Bianca Andreescu na quarta-feira, Kenin se tornou o segunda maior favorita a sofrer uma eliminação prematura em Melbourne.

A argentina Nadia Podoroska, semifinalista do último Roland Garros e 45ª do mundo, também se despediu, ao perder por 6-2, 6-2 para a croata Donna Vekic (33ª).

E a número 1 do mundo, a australiana Ashleigh Barty, sofreu mais do que o esperado contra a 387ª do mundo, Daria Gavrilova, mas garantiu a vaga na terceira fase após vencer por 6-1 e 7-6 (9/7).

"Não tenho jogado muito nos últimos 12 meses, então é um pouco normal ter altos e baixos, não só na minha concentração, mas no meu nível de jogo", explicou Barty, afastada do circuito por um ano devido à pandemia de coronavírus.

Outra favorita, a ucraniana Elina Svitolina (5ª) venceu a jovem americana Cori 'Coco' Gauff (48ª) sem grandes dificuldades, por 6 a 4 e 6 a 3, em 1 hora e 17 minutos.

iga/psr/aam