Nadal se diz "mentalmente destruído" após outro revés por lesão

Rafael Nadal lamenta após derrota na segunda rodada do Aberto da Austrália

Por Ian Ransom

MELBOURNE (Reuters) - Rafael Nadal disse que traçaria um caminho de volta ao circuito de tênis assim que tiver um prognóstico firme para o problema no quadril que interrompeu sua jornada no Aberto da Austrália, enquanto admitiu que o peso crescente das lesões está cobrando um preço alto.

A defesa do título de Nadal terminou amargamente nesta quarta-feira, quando ele sofreu uma derrota por 6-4, 6-4 e 7-5 na segunda rodada para Mackenzie McDonald na Rod Laver Arena, o capítulo mais recente de uma longa história de problemas físicos.

O 22 vezes campeão de Grand Slam chegou a Melbourne Park sem a preparação ideal, com lesões nas costelas, no abdômen e nos pés que o mantiveram fora das quadras durante grande parte da temporada depois de Wimbledon no ano passado.

Embora tenha vencido apenas duas partidas desde o Aberto dos EUA, o tenista de 36 anos encontrou pontos positivos em sua viagem à Austrália.

"Espero que não seja nada muito ruim. No final (foram) três semanas positivas em termos de treinos", disse ele a repórteres.

"Então eu realmente espero que (a lesão) não me deixe fora de quadra por muito tempo, porque depois é difícil fazer toda a recuperação novamente."

Com Nadal eliminado, seu rival Novak Djokovic pode igualar os 22 títulos de Grand Slam do espanhol com o décimo troféu em Melbourne Park.

"No final, não posso reclamar da minha vida", disse Nadal. "Só não posso dizer que não estou mentalmente destruído neste momento, porque estarei mentindo."