Nadal leva virada em Paris e Paul alçanca maior vitória da carreira

ATP


Jogando sua primeira partida desde a disputa da Laver Cup mês passado, o espanhol Rafael Nadal, vice-líder da ATP, acabou derrotado de virada pelo norte-americano Tommy Paul, 31º, na estreia do Masters de Paris-Bercy.

Estreando diretamente na segunda rodada da competição pro ser o cabeça de chave dois, Nadal batalhou por 2h34 e acabou derrotado com placar de 3/6 7/6 (7-4) 6/1 tendo convertido seis aces contra quatro do norte-americano, que cometeu 18 erros não-forçados, dos quais dois foram duplas-faltas, contra 35 de Nadal, que cometeu três duplas-faltas e disparou um total de 25 bolas vencedoras contra 29 de Paul.

Em um primeiro set tenso, com os dois tenistas buscando se encontrar em quadra e aplicar suas táticas de jogo, trocaram quebras entre os 3 e 4º games e a disputa seguiu, até que Nadal conquistou boa quebra tomando a iniciativa no 8º game e venceu a parcial.

No set seguinte, o equilíbrio se manteve, Paul e Nadal trocaram quebras novamente entre os 3º e 4º games, mas mantiveram-se sólidos e a disputa foi para o tiebreak. Ali, Paul abriu 2/0 com mini-quebra e definiu a parcial com boa devolução.

No set decisivo, Nadal sentiu o jogo longo, trabalhou com menos agressividade em seu saque, o que facilitou as devoluções do americano, que com quebras nos 1º, 5 e 7º game, fechou a virada.

Esta foi a primeira vez na carreira que Tommy Paul derrotou um tenista do top 2. Sua maior vitória na carreira até então havia sido contra o alemão Alexander Zverev, então 3º do mundo, na segunda rodada do Masters de Indian Wells este ano.

Em busca de vaga nas quartas de final do torneio, Paul encara o espanhol pablo Carreño Busta, 14º, que venceu o canadense Denis Shapovalov, 16º, em 7/6 (7-2) 2/6 6/4.

Paul e Carreño nunca se enfrentaram no circuito profissional.