Nadal estreia em Miami, único Masters 1000 que não venceu

Por Marcos Enrique
O espanhol Rafael Nadal durante partida contra o americano Sam Querrey, em Acapulco, dia 4 de março de 2017

O espanhol Rafael Nadal vai iniciar o duro caminho para vencer o torneio de Miami, nesta sexta-feira, em busca do único título de Masters 1000 que falta em sua prateleira de troféus.

Nadal tem 14 vitórias e duas derrotas nessa temporada e participa do torneio pela 13ª vez. O tenista disputou quatro finais, em 2005, 2008, 2010 e 2014, mas nunca conseguiu saborear a taça.

O canhoto de Mallorca volta às quadras na segunda rodada, contra o israelita Dudi Sela, que vem de vitória contra o americano Christian Harrison com um duplo 6-1.

Apesar de ainda não ter vencido nenhuma competição este ano, Nadal conseguiu bons resultados e foi finalista do primeiro Grand Slam do ano. Mas na final do Aberto da Austrália, o espanhol cedeu e perdeu para o rival Roger Federer.

Há uma semana, voltou a perder para o Expresso Suíço nas quartas de final de Indian Wells, o primeiros Masters 1000 do ano.

"O ano é longo e são muitos torneios. Novak Djokovic e Andy Murray não estão aqui em Miami, mas há muitos jogadores de qualidade hoje em dia", revalou Nadal.

O espanhol acrescentou que "vencer em Miami não é uma obsessão, mas gostaria muito de acrescentar o torneio ao hall de troféus. As oportunidades não são eternas e espero ter mais no futuro".

O caminho para a decisão não parece complicado até as quartas de final, onde o canadense Milos Raonic, atual terceiro melhor tenista do mundo, pode se cruzar se os prognósticos se confirmarem.

- Caminho difícil -

Se chegar às semifinais, pode encontrar o japonês Key Nishikori, caso o segundo cabeça de série supere o croata Marin Cilic, sétimo pré-classificado.

Federer tem o caminho um pouco mais complicado, porque apesar da aparente fácil primeira rodada, o suíço pode enfrentar o argentino Juan Martín Del Potro logo na sequência, confronto complicado contra o 28º melhor tenista da ATP.

O maior vencedor de Grand Slams da história está bem em 2017 e levantou as taças do Aberto da Austrália e do Indian Wells, até agora.

Federer chega a Miami pela primeira vez desde 2014 e quer levantar o terceiro troféu na cidade. O atual 6º colocado no ranking enfrenta o vencedor da partida entre o russo Konstantin Kravchuk e o americano Frances Tiafoe.

Del Potro inicia a competição contra o vencedor do duelo entre o sueco Mikael Ymer e o holandês Robin Haase.