Nadal e Djokovic confirmam aguardado duelo nas semis de Roland Garros

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 minuto de leitura
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Rafael Nadal e Novak Djokovic cumpriram a rota esperada em Roland Garros e se entrerão nas semifinais do Grand Slam de Paris. O jogo, ainda sem horário confirmado, ocorrerá na sexta-feira (11), assim como o outro confronto que vale vaga na decisão masculina, entre Stefanos Tsitsipas e Alexander Zverev.

Nesta quarta (9), Nadal perdeu seu primeiro set no torneio desde a final de 2019, mas bateu o argentino Diego Schwartzman por 3 sets a 1 (6/3, 4/6, 6/4 e 6/0) nas quartas de final.

Djokovic superou o italiano Mateo Berretinni, beneficiado pela desistência de Roger Federer da chave nas oitavas de final, também por 3 a 1 (6/3, 6/2, 6/7 e 7/5).

Espanhol e sérvio decidiram o título de Roland Garros no ano passado, quando o evento foi disputado em outubro por conta da pandemia. Nadal não tomou conhecimento do rival e o venceu por dominantes 6/0, 6/2 e 7/5, igualando o recorde masculino de troféus de Slams de Federer, com 20.

Dono de 13 títulos no saibro de Paris, ele é o favorito para liderar a estatística sozinho, mas para isso terá que superar o número 1 do mundo novamente e depois terá pela frente Tsitsipas ou Zverev, ambos em grande forma e na busca de um inédito título.

Se na chave masculina, com exceção do austríaco Dominic Thiem, os mais cotados chegaram às fases decisivas, entre as mulheres o torneio tem sido marcado por enormes surpresas. Nenhuma das quatro semifinalistas havia chegado a essa etapa de um Slam antes.

Nesta quinta (10), a partir das 10h (de Brasília), a russa Anastasia Pavlyuchenkova, 32ª colocada do ranking, enfrenta a eslovena Tamara Zidansek (85ª). Na sequência, a tcheca Barbora Krejcikova (33ª) encara a grega Maria Sakkari (18ª).

Esta última conseguiu o resultado mais surpreendente nas quartas de final, ao eliminar a atual campeã Iga Swiatek --a polonesa de 20 anos nunca havia perdido um set em Roland Garros até então.

Os canais BandSports e SporTV 3 transmitem a competição.