Nadal e Djokovic insistem na fusão da Copa Davis com a ATP Cup

AFP
O tenista sérvio Novak Djokovic acredita que a união da Copa Davis e a ATP Cup aconteça em 2022
O tenista sérvio Novak Djokovic acredita que a união da Copa Davis e a ATP Cup aconteça em 2022

O tenista sérvio Novak Djokovic e o espanhol Rafael Nadal voltaram a pedir nesta quinta-feira uma fusão da Copa Davis com a ATP Cup, que começa na sexta.

"Precisamos de um evento Supercopa do Mundo ou com o nome que vocês quiserem", disse Djokovic, embora saiba de que o objetivo seja mais viável para daqui a dois anos.

"Isso não vai acontecer no próximo ano. Mas se as duas partes, a ITF (Federação Internacional de Tênis), organizadora da Davis e a ATP Cup se encontrarem muito rapidamente, pode acontecer em 2022", disse o sérvio, que dirige o Conselho de Jogadores da ATP.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

"Espero que isso aconteça, porque para os jogadores de alto nível é difícil se comprometer com os dois eventos", acrescentou, apontando que as seis semanas que transcorrem entre as duas competições "não ajudam em termos de marketing e de valor do torneio".

Nadal compartilha esta preocupação com as datas: "É confuso disputar duas copas do mundo de tênis em um mês. Não é o ideal para nosso esporte mas é o que há atualmente", declarou o número 1 do mundo, em Perth.

Perguntado se é preciso fundir as duas competições, o espanhol respondeu: "Acho que o tênis merece algo do tipo", respondeu.

Nadal vai disputar sua primeira partida da ATP Cup contra o georgiano Nikoloz Basilashvili em Perth, enquanto que Djokovic vai estrear no sábado diante do sul-africano Kevin Anderson em Brisbane.

Leia também