Nadal diz que não está muito preocupado com derrotas antes do Aberto da Austrália

Tenista Rafael Nadal em amistoso na Cidade do México, no México

(Reuters) - Rafael Nadal disse que perder duas partidas seguidas não foi a preparação ideal para a defesa do título do Aberto da Austrália, mas o número dois do mundo acredita que não tem motivos para se sentir alarmado antes do primeiro Grand Slam da temporada, que começa em duas semanas.

Após um 2022 devastado por lesões, Nadal perdeu sua estreia no evento de equipes mistas United Cup para o britânico Cameron Norrie na semana passada e depois foi derrotado pelo australiano Alex de Minaur, que fez 3-6, 6-1 e 7-5 nesta segunda-feira diante do espanhol que tem 22 títulos de Grand Slam.

Mas Nadal, que precisou de injeções analgésicas no pé a caminho do título do Aberto da França e desistiu da semifinal de Wimbledon com uma lesão abdominal no ano passado, disse que ainda há pontos positivos, apesar de seu início instável na nova temporada.

"Quase seis horas na quadra. Preciso de horas na quadra. Preciso de batalhas como esta", disse Nadal aos repórteres. "Não joguei muitas partidas oficiais nos últimos seis meses, quase sete. Dias como esses dois ajudam."

"Claro que com vitórias o processo é mais rápido, mas preciso continuar lutando. É isso. Por momentos, joguei um bom nível de tênis. Jogando bem com o backhand. Mudando de direção com o forehand."

Nadal afirmou que se sentiu bem fisicamente, mas precisa melhorar sua velocidade e ser mais dinâmico em quadra para aumentar sua confiança antes do torneio de Melbourne Park.

"Tenho duas semanas antes do Aberto da Austrália. Não posso dizer que a situação é ideal, mas ao mesmo tempo não posso dizer que é negativa, porque por alguns momentos eu estava jogando bem", disse Nadal.

"Não estou muito alarmado, muito negativo sobre o que aconteceu. No ano passado, perdi duas partidas em Abu Dhabi, e é isso."

(Reportagem de Shrivathsa Sridhar em Bengaluru)