Nadal chega à 1000ª vitória de sua carreira no Masters 1000 de Paris

·2 minuto de leitura
O tenista espanhol Rafael Nadal comemora mil vitórias no circuito ATP ao derrotar seu compatriota Feliciano López na segunda rodada do Masters 1000 em Paris-Bercy, no dia 4 de novembro de 2020
O tenista espanhol Rafael Nadal comemora mil vitórias no circuito ATP ao derrotar seu compatriota Feliciano López na segunda rodada do Masters 1000 em Paris-Bercy, no dia 4 de novembro de 2020

De volta a Paris, três semanas após seu histórico 13º título de Roland Garros, Rafael Nadal (número 2 do mundo) conquistou uma vitória difícil sobre Feliciano López (64º); 4-6, 7-6 (7/5) e 6-4, nesta quarta-feira no Masters 1000 da capital francesa, a milésima vitória em sua carreira.

"Tenho orgulho de muitas coisas, mas enfrentei vários desafios na minha carreira em termos de lesões. Sempre tive a paixão de continuar e a humildade quando as coisas não corriam como esperava. É uma grande conquista para mim", disse o espanhol de 34 anos, homenageado na quadra.

Ele se tornou o quarto tenista da 'era Open' a alcançar 1.000 vitórias: antes dele o feito havia sido obtido pelo americano Jimmy Connors (1.274), o suíço Roger Federer (1.242) e o tcheco Ivan Lendl (1.068).

"Algo negativo sobre as 1.000 vitórias é que isso significa que você está muito velho, mas também que teve uma longa carreira", acrescentou.

- Thompson, próximo adversário -

Agora, o vencedor de 20 torneios do Grand Slam buscará uma vaga nas quartas de final na quinta-feira contra o australiano Jordan Thompson.

Foi difícil para Nadal encontrar o ritmo depois de três semanas sem competir, com uma mudança drástica de cenário; do saibro de seu amado Roland Garros, às condições 'indoor' de Bercy, um dos poucos torneios que ele nunca conquistou.

Além disso, no primeiro set Feliciano deu um show em seus saques (22 aces na partida) contra um enferrujado Nadal.

O segundo set começou da mesma forma, com o espanhol de 39 anos aperfeiçoando seu serviço e o vencedor de 20 Grand Slams sem conseguir encontrar uma resposta.

Em duelo entre canhotos, Nadal tentava movimentar Feliciano e conseguia quando colocava a bola em jogo. Mas cometeu muitos erros não forçados.

Com os dois tenistas salvando seus serviços, em uma partida aberta com chances para ambos e erros também dos dois lados, o desempate foi alcançado no segundo set.

A 'morte súbita' começou com poucas jogadas e grandes saques. Finalmente, já melhor na quadra, Nadal alcançou o 'mini break' e ficou em vantagem de 4-3. Ele venceu o terceiro set-point e levou o jogo para o terceiro set.

O que não havia conseguido nos dois sets anteriores, Nadal conseguiu desde o início no terceiro. Ele finalmente reencontrou seu jogo e conseguiu a histórica vitória de número 1000.

jc/pm/mcd/aam