Nadal está fora do Aberto da Austrália

Apenas três dias depois de anunciar a sua desistência do torneio de exibição de Abu Dhabi, Rafael Nadal revelou nesta sexta que não disputará o Aberto da Austrália

Estadão Conteúdo
Rafael Nadal
.

Exibir foto

A fase de Nadal não é das melhores. Ele só deve voltar a jogar em fevereiro

Apenas três dias depois de anunciar a sua desistência do torneio de exibição de Abu Dhabi, que começou na última quinta-feira, Rafael Nadal revelou nesta sexta que não disputará o Aberto da Austrália, primeiro Grand Slam de 2013, com início marcado para o próximo dia 14 de janeiro. O atual tenista número 4 do ranking mundial alega que o vírus estomacal que o impediu de jogar nos Emirados Árabes nesta semana não permitirá que ele faça os treinos necessários para atuar de forma competitiva em Melbourne, palco da competição australiana.

O fato, porém, é que Nadal está sem jogar desde o dia 28 de junho, quando foi surpreendido pelo checo Lukas Rosol já na segunda rodada de Wimbledon, em derrota determinante para que ele se afastasse das quadras para se recuperar da lesão no joelho que já vinha o incomodando há algum tempo.

LEIA TAMBÉM

Ei, você...você mesmo, bem-vindo ao Brasil!

Zico avisa que fará 2º adeus aos gramados
São Paulo pode acertar com o chileno Vargas

E esse longo período sem jogar coloca em dúvida a real condição do espanhol, que garante estar recuperado do problema em seu joelho. "Meu joelho está bastante melhor, e o processo de recuperação tem sido como previsto pelos médicos, mas o processo viral não me deixou treinar nesta última semana e nos próximos dias. Portanto, muito a mim pesa não poder reaparecer no momento que havíamos previsto", afirmou Nadal, por meio de sua página no Facebook.

Em seguida, o atual vice-campeão do Aberto da Austrália revelou que precisará analisar com cautela a sua situação para saber quando poderá voltar às quadras. "O mais prudente é fazer as coisas bem e este vírus atrasou todos meu planos de reaparecer nestes dias. Minha reaparição terá de esperar até o Torneio de Acapulco, se bem que não descartaria a possibilidade de reaparecer em algum torneio antes", completou o tenista, se referindo ao ATP 500 mexicano que será realizado entre 25 de fevereiro e 2 de março, em piso de saibro.

O planejamento anterior de Nadal também previa a sua participação no Torneio de Doha, que serve de preparação para o Aberto da Austrália e será realizado entre 31 de dezembro e 6 de janeiro. Porém, sem condições de treinar ou jogar como gostaria, o espanhol resolveu adiar mais uma vez o seu retorno às quadras e também ficará fora das competições no próximo mês. Dono de um jogo físico muito forte, ele enfatizou que precisaria do "máximo do seu corpo" para atuar bem no Aberto da Austrália, e hoje se vê longe de possuir essa condição física.

Exibir comentários (5)
  • Depois daquele jogo...

    Depois daquele jogo...

    Aquele Corinthians e Boca Juniors pela Libertadores de 2013 ainda permanece na memória (e atravessado na garganta) de muita gente. E a partida voltou ao noticiário recentemente com a divulgação de escutas telefônicas que sugeriam que o árbitro Carlos Amarilla tivesse usado o famoso “apito amigo” em favor do time argentino. Mais »

    TV Esporte Blog - 6 minutos atrás
  • Federer resiste a sacador americano e vence fácil em Wimbledon

    Roger Federer resistiu bem ao potente saque do norte-americano Sam Querrey nesta quinta-feira e avançou com facilidade à terceira rodada de Wimbledon. Mais »

    Estadão Conteúdo - 9 minutos atrás
  • Apresentado, Leandro Almeida projeta estreia contra a Ponte Preta

    Anunciado como o 23º reforço do Palmeiras para a temporada na última sexta-feira - sem contar o atacante Lucas Barrios, que briga pelo terceiro lugar da Copa América com o Paraguai e ainda não foi oficialmente confirmado pelo clube -, o zagueiro Leandro Almeida foi apresentado à imprensa nesta quinta na Academia de Futebol. Mais »

    Gazeta Press - 11 minutos atrás
  • Vasco quer manter concentração para não cair de rendimento no Brasileiro

    O Vasco está animado por ter conseguido vencer dois jogos seguidos no Campeonato Brasileiro. Porém, após o triunfo por 1 a 0 sobre o Avaí, a ordem já é se concentrar na partida contra a Chapecoense, neste sábado, às 21h, na Arena Condá, em Chapecó, pela 11ª rodada. Na visão dos vascaínos esse choque tem tudo para ser bem problemático por conta da pegada que os times de Santa Ctaraina conseguem impor quando jogam em casa. Mais »

    Gazeta Press - 18 minutos atrás
  • Detido na Suíça, Marin vai tentar evitar extradição aos Estados Unidos

    O governo dos Estados Unidos pede a extradição de José Maria Marin, ex-presidente da CBF, e sinaliza extraoficialmente que está disposto a fazer um acordo com o brasileiro caso haja disposição para colaborar nas investigações. Mais »

    Estadão Conteúdo - 20 minutos atrás