Nacional e Peñarol querem jogar fase final da Copa Argentina

Proposta inédita de participação de Nacional e Peñarol no torneio hermano será debatida.
Proposta inédita de participação de Nacional e Peñarol no torneio hermano será debatida. Foto: (Ernesto Ryan/Getty Images)

Inusitada e inesperada, uma proposta feita por Ignacio Ruglio, presidente do Peñarol, levantou a possibilidade de Nacional e Peñarol, ambos clubes do Uruguai, disputarem a fase final da Copa Argentina. Em entrevista ao programa Las Voces del Fútbol, da rádio Fénix 1330 AM, o mandatário dos aurinegros confirmou que tem viagem marcada para a Argentina, onde irá se encontrar e debater o tema com dirigentes da AFA (Associação de Futebol Argentina) e 'cavar' um convite para a dupla uruguaia.

Na entrevista, Ruglio deixou claro que a AUF (Associação Uruguaia de Futebol) já foi informada do desejo de ambas as equipes e que, apesar de manterem receio, os mandatários dos clubes rivais trabalharão em conjunto neste projeto: "Já disse ao Gastón Tealdi (vice-presidente da AUF) para falar com o Ignacio Alonso, presidente da AUF, que vou com um sonho porque sou daqueles que acreditam que Peñarol e Nacional têm que competir em um mês pontual continuamente em alguma liga estrangeira para sair do ambiente do futebol uruguaio".

Leia também:

A ideia de Ignacio Ruglio é de se encontrar com Claudio Tapia, presidente da AFA, e contestar o regulamento do torneio argentino, utilizando o argumento de que a presença dos dois clubes uruguaios possam 'apimentar' a competição: "Se observarmos, em setembro e outubro, infelizmente, quase sempre as duas equipes (Peñarol e Nacional) são eliminadas dos torneios internacionais e, se todos os anos nessa época não temos dupla competição, por que não ir buscá-la?".

Não há precedentes na América do Sul sobre o tema e deve ser difícil que os argentinos, orgulhosos, aceitem a participação de clubes uruguaios na Copa Argentina. Sigamos para os próximos episódios!