Na Série A2 do Carioca, Marcelinho, atacante do Macaé, espera repetir sucesso de Matheus Babi

·2 minuto de leitura


Quinto colocado no grupo B da Taça Corcovado, o Macaé Esporte vem fazendo uma campanha de recuperação na Série A2 do Campeonato Carioca e agora foca na classificação para a semifinal do turno. Sob o comando do técnico Luciano Lamoglia, o grupo mescla a experiência com jovens talentos revelados na base, como é o caso do atacante Marcelinho.

Com passagens por outras equipes do Rio, Marcelinho chegou para a base do Macaé em 2019. O jogador chegou a ser observado pelo Vasco da Gama após duas boas atuações diante do clube da Colina, pelo Carioca Sub-20 e em jogo-treino diante dos profissionais. Na atual competição, ele tem sete jogos e foi titular em cinco. O jogador reconhece o bom momento e acredita na classificação do clube para fase final da competição.

- Estou me sentindo muito bem com esse grupo. Crescemos bastante nesse segundo turno, eliminamos as chances de rebaixamento, e agora estamos trabalhando muito e pensando em classificação para as semifinais.

Aos 20 anos, o atacante, que atua pelas pontas, espera seguir o caminho de Matheus Babi. Cria da base do Leão do Norte Fluminense, Babi brilhou pelo Macaé em 2020 até ser contratado pelo Botafogo. Babigol, como é conhecido, se tornou um dos destaques do Athletico na atual temporada e inspira a nova geração do Macaé.

- O Babi é um exemplo para todos nós. Vou trabalhar duro para conseguir seguir o caminho que ele traçou. Ele é merecedor de tudo que vem acontecendo em sua carreira. Isso nos serve de motivação. Além dele, me inspiro bastante no Adriano imperador, é outro nome de muita personalidade. Dentro de campo acho que tenho algumas características do Adriano e sempre vejo os vídeos dele para tentar fazer igual - encerrou Marcelinho.

O Macaé Esporte volta a campo no sábado, quando enfrenta o Artsul no estádio Nivaldo Pereira. A partida é válida pela 6ª rodada da Taça Corcovado.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos