Na luta contra o rebaixamento, Grêmio vence Cuiabá em jogo atrasado do Brasileirão

·4 minuto de leitura


Na noite desta quarta-feira (18), o Grêmio venceu o Cuiabá por 1 a 0, em partida atrasada da 5ª rodada do Campeonato Brasileiro. O único gol do confronto foi anotado por Borja, de pênalti. Apesar da vitória, o Tricolor Gaúcho não deixou o 19° lugar na tabela, mas ficou a apenas quatro pontos do próprio Dourado, primeiro time fora do Z4.

Agora, as duas equipes voltam os seus olhos para a 17ª rodada do Brasileirão Série A. Assim, no sábado (21), o Grêmio recebe o Bahia, às 19h. Por outro lado, o Cuiabá viaja até São Paulo para enfrentar o Palmeiras no domingo (22), às 11h.

>Aplicativo de resultados do LANCE! está disponível na versão iOS

Começo lento
Com muito calor em Mato-Grosso, Cuiabá e Grêmio fizeram 15 minutos de muito estudo e de poucas ações. Assim como tem feito em algumas partidas dentro do campeonato, o Dourado optou por ficar sem a bola, mesmo jogando em seu estádio.

Dono da posse de bola, o Grêmio passou a trocar passes e buscar espaços na compacta defesa cuiabana. Apesar disso, as chances reais não apareceram. No único arremate que conseguiu, o Tricolor passou longe do gol, já que Borja isolou o passe de Villasanti.

Quando chegou...
Mesmo com dificuldades para articular as suas jogadas, o Grêmio se mostrou mais a vontade no jogo para impor o seu estilo. Aos 16 minutos, Alisson recebeu de Maicon e bateu firme, mirando o canto esquerdo alto de Walter. A bola passou assustando o goleiro da casa.

Pouco depois do primeiro chute perigoso, Alisson recebeu pela esquerda, invadiu a área e foi empurrado por João Lucas. Chamado pelo VAR, o árbitro assinalou pênalti. Na cobrança, Borja deslocou Walter e colocou o Imortal Tricolor na frente.

Tudo igual, mas no duelo particular
Atrás no placar, o Cuiabá passou a ficar mais com a bola e procurou alternativas para deixar tudo igual ainda na primeira etapa. Entretanto, quem realmente chegou com perigo foi o Grêmio.

Aos 38 minutos, Douglas Costa fez jogada em velocidade e cruzou na cabeça de Borja. O colombiano subiu e testou firme, mas Walter operou um milagre e deixou tudo igual no duelo particular entre eles, levando o placar adverso de 1 a 0 para o intervalo.

Cuiabá volta melhor
A ida para os vestiários foi benéfica à equipe da casa. Durante os primeiros 15 minutos da etapa final, o Cuiabá foi dono do jogo, similar o que fez o Grêmio no primeiro tempo.

Clayson assumiu a responsabilidade e criou as principais chances dos cuiabanos. Logo aos 2 minutos, o camisa 10 apareceu livre no meio da área, mas chutou para fora. Pouco depois, recebeu na intermediária, deixou a bola quicar e emendou para o gol. Gabriel Chapecó voou e, de mão trocada, mandou para escanteio.

Trave salva o Grêmio
​Depois dos 15 primeiros minutos, o confronto perdeu intensidade, com as duas equipes criando pouco e não proporcionando perigo ao gol adversário. Com a bola, o Grêmio buscou fazer o tempo passar e administrou o jogo, inclusive parando muitos lances com faltas.

Na única grande chance real que teve depois do início da etapa, o Cuiabá quase conseguiu o empate. Aos 43 minutos, Clayson fez jogada individual na entrada da área e, de esquerda, bateu colocado. A bola encobriu Gabriel Chapecó e explodiu no travessão, fechando o jogo em 1 a 0 a favor do Grêmio.

FICHA TÉCNICA
CUIABÁ 0 X 1 GRÊMIO
Local: Arena Pantanal, em Cuiabá-MT
Data/Horário: 18 de agosto de 2021 (quarta-feira), às 19h
Árbitro: Leo Simão Holanda (CE)
Assistentes: Cleriston Clay Barreto Rios (CE) e Cleberson do Nascimento Leite (CE)
Gol: Borja (24'/1°T) (0-1)
Cartões amarelos: Thiago Santos, Rafinha, Vanderson, Ruan, Jean Pyerre (Grêmio), João Lucas (Cuiabá)

CUIABÁ: Walter; João Lucas, Marllon, Paulão e Uendel; Auremir (Uillian Correia, aos 24'/2°T), Rafael Gava (Cabrera, aos 0'/2°T) e Pepê (Osman, aos 31'/2°T); Clayson, Jenison (Elton, aos 24'/2°T) e Danilo Gomes (Jonathan Cafú, aos 0'/2°T). Técnico: Jorginho.

GRÊMIO: Gabriel Chapecó; Vanderson, Ruan, Rodrigues e Rafinha; Thiago Santos, Maicon (Lucas Silva, aos 29'/1°T, Jean Pyerre, aos 0'/2°T)) e Villasanti; Alisson (Luiz Fernando, aos 46'/2°T), Borja e Douglas Costa (Léo Pereira, aos 31'/2°T). Técnico: Felipão.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos