Na estreia de titulares, Vasco vence a Portuguesa-RJ e ganha a primeira no Carioca

Nenê marcou o primeiro gol da vitória do Vasco com assistência de Lucas Piton (Daniel RAMALHO/VASCO)


Após duas rodadas com time alternativo, o Vasco entrou em campo com os principais jogadores e venceu a Portuguesa-RJ, por 2 a 0, no Luso-Brasileiro, pela quarta rodada do Campeonato Carioca. Os gols foram marcados por Nenê e Gabriel Pec, um em cada tempo da partida. A vitória foi a primeira do Cruz-Maltino na competição. Antes, o Vasco tinha empatado com Madureira e Audax Rio, com uma equipe formada em sua maioria com jogadores da base.

+ Novo goleiro do Vasco, Léo Jardim desembarca no Rio de Janeiro

Com a vitória, o Vasco sobe para a quinta posição, com cinco pontos, dois a menos que o Volta Redonda, o último dentro da zona de classificação. Vale lembrar que o Cruz-Maltino tem um jogo a menos, já que o clássico com o Botafogo, da 3ª rodada, foi adiado para o dia 16 de fevereiro. O Vasco volta a jogar na próxima segunda-feira, contra o Volta Redonda, no Kleber Andrade, em Cariacica.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

FORÇA MÁXIMA

Mesmo chegando ao Rio na segunda-feira após excursionar nos Estados Unidos, o técnico Maurício Barbieri não quis saber de dar descanso aos jogadores e escalou o que tinha de melhor em campo, marcando então a estreia do time A do Vasco no Campeonato Carioca. Os primeiros minutos não foram bons, com a equipe tendo dificuldade de manter a posse de bola e envolver a Portuguesa.

INDIVIDUALIDADE

Se coletivamente o time não estava funcionando, a qualidade individual fez a diferença para que o Vasco saísse na frente do placar. Lucas Piton recebeu na lateral do campo, driblou dois marcadores e cruzou na medida para Nenê apenas escorar para o gol. Lucas Piton foi a melhor opção ofensiva da equipe no primeiro tempo. O jogador repetiu a dose e mandou a bola na cabeça de Gabriel Pec, mas o atacante finalizou para fora.

+ ATUAÇÕES: Gabriel Pec marca golaço e brilha na vitória do Vasco

MAIS UMA MARCA PARA O VOVÔ

Com o gol, Nenê se tornou o jogador mais velho a marcar pelo Vasco em jogos oficiais. O recorde pertencia ao ex-craque Romário, que balançou a rede duas vezes na goleada sobre o Grêmio, por 4 a 0, em 9 de junho de 2007, com 41 anos, 4 meses e 11 dias. O "Vovô" marcou com 41 anos, 6 meses e 7 dias.

UMA, DUAS, TRÊS E GOL

O Vasco iniciou o segundo tempo de forma avassaladora, criando três grandes chances em três minutos, uma com Eguinaldo e duas com Gabriel Pec. Na segunda, Pec invadiu a área em velocidade e tocou com categoria por cima do goleiro para ampliar o placar. Em três boas oportunidades, Pedro Raul fez ótimas jogadas no melhor estilo pivô e deixou os companheiros em ótimas condições de finalizar.

VARIAÇÃO TÁTICA

Durante uma construção de uma jogada, o Vasco apresentou uma movimentação interessante, com os jogadores trocando de posições. Zé Gabriel recuou como um líbero, Robson e Léo se posicionaram como laterais. Lucas Piton se posicionou como volante ao lado de Matheus Barbosa, enquanto Figueiredo e Puma Rodríguez ficaram bem espetados. É o trabalho do técnico Maurício Barbieri, aos poucos, ganhando forma no Vasco.

FICHA TÉCNICA
4ª RODADA DO CAMPEONATO CARIOCA
PORTUGUESA 0x2 VASCO

Local: Luso-Brasileiro, Ilha do Governador, Rio de Janeiro (RJ)
Data e hora: Quarta-feira (25/01), às 21h10 (Brasília)
Árbitro: Paulo Renato Moreira da Silva Coelho (RJ)
Assistentes: Thiago Henrique Neto Corrêa Farinha (RJ) e Thayse Marques Fonseca (RJ)
Público/Renda: 3.600 (pagantes) 3.900 (presentes); R$ 120.525,00
Cartões Amarelos: Cafú (Portuguesa-RJ)
Cartões Vermelhos:
Gols: Nenê (13' do 1º tempo | 0-1); Gabriel Pec (3' do 2º tempo | 0-2)

PORTUGUESA-RJ (Técnico: Felipe Surian)
João Lopes; Joazi, Gerson (Lucas Santos), Fredson e Yuri; Charles, Anderson Rosa (Cafú) e Fernandes (João Paulo); Watson (Roney), Emerson Carioca (Romarinho) e Edson Carius.

VASCO (Técnico: Maurício Barbieri)

Ivan; Puma Rodríguez, Robson, Léo e Lucas Piton (Paulo Victor); Zé Gabriel, Figueiredo (Galarza) e Nenê (Alex Teixeira); Gabriel Pec (Vinícius), Pedro Raul e Eguinaldo (Matheus Barbosa)