Na estreia de Léo Moura, Botafogo-PB ganha do Náutico em João Pessoa

Futebol Latino
LANCE!
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação


Jogando no estádio Amigão em João Pessoa, o Botafogo-PB, contando com a presença de Léo Moura pela primeira vez em campo, ganhou do Náutico pela terceira rodada da fase de grupos na Copa do Nordeste por 2 a 1 na tarde desse sábado (8).

TIMBU COMEÇA MELHOR, MAS...

Nos primeiros minutos, a organização do time pernambucano parecia superior e com melhor capacidade de coordenar seus lances principalmente no ataque para envolver a marcação do Belo. Todavia, faltava maior capacidade de transformar essa movimentação em finalizações que fizessem Samuel trabalhar.

Por outro lado, quando a equipe de João Pessoa equilibrou as ações, enquanto Kelvin chegou muito bem batendo de fora da área com categoria para linda defesa de Jefferson, logo na sequência os paraibanos abriram a conta. Aos 20 minutos, em escanteio cobrado no lado direito, o zagueiro Luis Gustavo subiu muito mais alto que a marcação e testou bem para deixar o arqueiro do Náutico sem reação.

VENENO AÉREO


As jogadas vindas pelo alto eram aquelas que mais complicavam a situação da defesa do Náutico, elemento esse que vem sendo um problema para o time de Gilmar dal Pozzo desde o início de 2020.

Usando os lados de campo e a dinâmica de jogo que era dada principalmente com a liberdade no trabalho de bola de Rodrigo Andrade, o Bota cresceu na partida e terminou a primeira etapa com o domínio do confronto com margem para ampliar.









JOGO AGITADO!


Mal a partida tinha voltado do intervalo e, aos seis, Lohan foi derrubado dentro da área por Ronaldo Alves, penalidade marcada. Na cobrança, Rodrigo Andrade bateu com muita tranquilidade, deslocando Jefferson ao bater no canto esquerdo e ver o arqueiro do Alvirrubro ir para a direita.

Um minuto depois, os pernambucanos descolaram em jogada isolada a diminuição do prejuízo com Jean Carlos. Dominando nas proximidades da meia-lua do Botafogo-PB, o meio-campista bateu com precisão no canto esquerdo de Samuel que pulou bem, mas não chegou.

VAI MUDAR TUDO... SERÁ?


No momento que o jogo poderia se tornar mais favorável aos visitantes na busca pela igualdade, aos dez minutos o zagueiro Diego Silva acabou levando o segundo cartão amarelo e foi expulso de campo, deixando o Timbu em situação bastante complicada na partida. Como se não bastasse, o lateral Bryan também levou o vermelho proveniente do segundo amarelo e aparentava deixar o time de Gilmar dal Pozzo sem qualquer chance de ser competitivo para buscar a igualdade.

Contudo, em muito na base da dedicação, o Náutico prosseguiu arriscando com suas linhas de marcação altas e tentou o empate. Mas, apesar dos esforços, o resultado persistiu até o apito final.






Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também