Na ausência de Casemiro, Fabinho 'anula' Messi e comanda o meio-campo do Brasil contra a Argentina

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.


A Seleção Brasileira não contou com Casemiro no empate diante da Argentina pelas Eliminatórias, onde todos sabiam que o jogo seria físico e pegado. Contudo, Tite certamente não se decepcionou com a exibição feita por Fabinho no Estádio Bicentenário, em San Juan.

ATUAÇÕES: Fabinho e Fred recebem as maiores notas da Seleção Brasileira

O camisa 5 foi o dono do meio-campo brasileiro e um dos responsáveis pela atuação sem brilho de Lionel Messi, que teve duas finalizações certas e duas erradas durante os 90 minutos.

- A gente vem trabalhando bastante o que o professor pede, para anulá-lo, pois sabemos da qualidade que o Messi tem e a importância que ele tem para a Argentina. A gente conseguiu inibir ele - disse o zagueiro Éder Militão sobre a atuação da Seleção Brasileira em cima do camisa 10 argentino.

VEJA TABELA E SIMULE OS JOGOS DAS ELIMINATÓRIAS

Com seis desarmes, Fabinho se tornou o 5° jogador com mais desarmes em uma única partida nesta edição das Eliminatórias, segundo o Footstats. Mas não foi apenas na marcação em que ele se destacou.

O volante foi o jogador da Seleção Brasileira com mais passes completos, 50, e o que ficou mais tempo com a bola, mostrando sua importância com e sem bola diante da Albiceleste.

Aos 28 minutos do segundo tempo, Fabinho fez falta em cima de Rodrigo De Paul e levou amarelo. Como estava pendurado, ele não estará disponível no próximo desafio da Seleção Brasileira, contra o Equador, dia 27 de janeiro de 2022.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos