Na Argentina, TV diz que Corinthians quer Tevez, mas retorno é improvável

Alexandre Guariglia
LANCE!


Na última quinta-feira, as redes sociais corintianas foram abastecidas por um suposto interesse do clube em contratar Carlos Tevez, do Boca Juniors. Interesse que vira e mexe volta ao noticiário. Desta vez foi a Tyc Sports, uma TV Argentina, que revelou a suposta negociação, já que o atacante está em fim de contrato. No entanto, o assunto no Corinthians é tratado como "fantasioso".

Segundo apurou a reportagem do LANCE!, dentro do clube isso nem chegou a ser cogitado, mesmo que o vínculo do jogador se encerre em 30 de junho, uma vez que as condições financeiras não permitiriam tal operação, sem contar a impressão de que Tevez não teria interesse em sair da Argentina. Por essas e outras o assunto é considerado "fantasia" da TV do país vizinho.

Recentemente, em live da Corinthians TV, o presidente Andrés Sanchez foi questionado se haveria chance de Tevez retornar ao Timão, onde foi campeão brasileiro em 2005. Para o dirigente, é um negócio muito caro e muito difícil, já que o jogador tem uma personalidade complicada de lidar.

- Chance, tem. Dá 4 ou 5 milhões de dólares por ano e ele vem. Eu não sei se ele quer jogar mais bola, acaba o contrato dele agora no Boca Juniors, está com 36 para 37 anos, foi um ídolo do Corinthians, um grande jogador, mas não sei se ele quer sair da Argentina. O Tevez é um jogador complicado, uma pessoa complicada, tem suas convicções e acho que dificilmente sairia da Argentina.

Além de tudo, as altas cifras de uma contratação como essa não seriam bem aceitas internamente. Com quase R$ 180 milhões de déficit em 2019, uma dívida acumulada de cerca de R$ 670 milhões e uma crise a se enfrentar por conta da pandemia de coronavírus, cogitar valores desse tipo seria mais um elemento nas mãos da oposição quando o balanço for votado pelo Conselho Deliberativo. Vale lembrar que 2020 é ano de eleição presidencial no clube.

Aos 36 anos, Carlitos Tevez vestiu a camisa do Corinthians entre 2005 e 2006, contratado pela parceira MSI. Em seu primeiro ano conquistou o Campeonato Brasileiro e na temporada seguinte deixou o clube rumo ao West Ham, da Inglaterra. Ao todo, o atacante fez 76 jogos pelo Timão e marcou 46 gols. Essa história, porém, não deve ter continuidade, como se cogita na Argentina.










Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também