Na Arena da Baixada, Sport é derrotado pelo Athletico e não garante vaga na Sul-Americana

Futebol Latino
·3 minuto de leitura


Na despedida de ambos os times do Campeonato Brasileiro, Athletico-PR e Sport fizeram um jogo bastante movimentado na noite desta quinta-feira, na Arena da Baixada, em Curitiba.

Com gols marcador Nikão (primeiro tempo) e Bissoli (segundo tempo), os donos da casa venceram pelo placar de 2 a 0, chegando aos 53 pontos, ficando na 9ª colocação. Já os comandados de Jair Ventura, com o revés fora de casa, caíram para a 15ª colocação com seus 42 pontos, ficando fora da zona de classificação para a próxima edição da CONMEBOL Sul-Americana.

NIKÃO ABRE O PLACAR NA ARENA

Mesmo não tendo mais pretensões na competição, o Athletico quis encerrar sua participação de forma honrosa. Com isso, logo nos primeiros minutos, partiu pra cima do Sport na busca de seu tento, até que, aos 6 minutos, Nikão, aproveitando passe de Kayzer dentro da área, só completou para o fundo das redes de Luan Polli. 1 a 0.

SPORT TENTAVA, MAS FURACÃO QUASE MARCA MAIS UM

Após o tento sofrido, Jair Ventura ainda promoveu sua primeira troca no confronto. Colocando Ewerthon no lugar de Rafael Thyere, a equipe visitante bem que tentou encontrar espaços para tentar, ao menos, seu gol de empate, entretanto, até os acréscimos dado pelo árbitro, os lances de perigo eram poucos, o que deixava o goleiro Santos tranquilo em campo.

Entretanto, os donos da casa, motivados pela vantagem, não quiseram saber de ceder chances ao rival. Com isso, Léo Cittadini e Carlos Eduardo ainda arriscaram contra o gol do camisa 1, quase conseguindo ampliar na segunda chance, mas sem sucesso.

GOL DO SPORT ANULADO NO INÍCIO DA SEGUNDA ETAPA

Com duas trocas promovidas por Autuori no intervalo, o técnico do Furacão sabia que o adversário viria motivado a reverter a situação. Sendo assim, logo no primeiro minuto, Thiago Neves, aproveitando rebote de Santos no chute de Adryelson, acabou mandando mandado para o gol, entretanto, a arbitragem acabou flagrando um impedimento do craque na jogada, anulando o tento.

LEÓ CITTADINI FECHA A CONTA

Ainda tentando recuperar-se, o Leão ainda pouco oferecia perigo ao goleiro Santos. Com isso, com o passar do tempo, e mais algumas alterações de ambas as partes, o Athletico percebeu os espaços em campo e, aos 40 minutos, conseguiu marcar mais um, agora com Léo Cittadini, após cruzamento de Khellven, fazendo com que o camisa 18 encobrisse Luan, dando números finais na Arena da Baixada por 2 a 0.

FICHA TÉCNICA
FORTALEZA x BAHIA - 37ª RODADA DO BRASILEIRO
Estádio: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Data: 25 de fevereiro de 2020, às 21h30
Árbitro: Flavio Rodrigues de Souza (Fifa-SP)
Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse (Fifa-SP) e Daniel Luis Marques (CBF-SP)
Árbitro de vídeo: José Claudio Rocha Filho (CBF-SP)
Gramado: Bom
Cartões amarelos: Jair Ventura e Adryelson (SPO)
Cartões vermelhos:

GOLS: Nikão, 6'/1ºT (1-0); Léo Cittadini, 40'/2ºT.

ATHLETICO-PR (Técnico: Paulo Autuori)
Santos; Jonathan (Khellven, aos 31'/2ºT), Pedro Henrique, José Ivaldo e Abner; Christian (Aguilar, aos 31'/2ºT), Léo Cittadini e Jadson (Erick, no intervalo); Nikão, Carlos Eduardo (Walter, aos 42'/2ºT) e Renato Kayzer (Bissoli, no intervalo).

SPORT (Técnico: Jair Ventura)
Luan Polli; Patric, Iago Maidana, Adryelson e Rafael Thyere (Ewerthon, aos 19'/1ºT); Júnior Tavares, Betinho e Marcão (Gustavo Oliveira, aos 30'/2ºT); Marquinhos (Luciano Juba, aos 43'/1ºT), Thiago Neves e Dalberto (Mikael, aos 30'/2ºT).