Na Arena da Baixada, Athletico-PR vence o Goiás e retorna ao G6


Na primeira partida após a derrota na decisão da Libertadores sofrida para o Flamengo, o Athletico-PR não se deixou abater e deu a volta por cima. Jogando com o apoio de sua torcida na Arena da Baixada, o Furacão bateu o Goiás, nesta quarta-feira, por 3 a 2, pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro, voltando a triunfar depois de jogos na competição.

Com o resultado, o time paranaense pulou para a 6ª colocação, agora com 54 pontos. Já o time goiano, por conta do tropeço fora de casa, acabou estacionando na 13ª posição com os seus 43 pontos.

>Aplicativo de resultados do LANCE! está disponível na versão iOS

ATHLETICO ABRE BOA VANTAGEM NO INÍCIO

Precisando da vitória, o Athletico-PR não demorou muito para tirar o zero do placar. Aos 5 minutos, em uma penalidade marcada por Leandro Pedro Vuaden, depois de analisar o VAR em lance de Yan Couto em Vitor Roque, Terans não titubeou e balançou as redes na Arena para festa da torcida.

Aproveitando o momento, o Furacão seguiu na pressão. E se deu bem. Aos 12 minutos, foi a vez de Alex Santana, aproveitando a sobra na jogada de Vitinho, marcar seu primeiro tento no jogo, o segundo dos donos da casa abrindo boa vantagem.

TERANS MARCA O TERCEIRO, MAS GOIÁS DESCONTA

Com o tempo passando, o panorama em campo era basicamente o mesmo com o Athletico martelando o rival. Sendo assim, aos 28 minutos, outra vez ele, Terans, em dia inspirando, voltou a deixar sua marca, após passe na medida de Fernandinho, fazendo com que o camisa 20 completasse para o gol de cabeça.

Vendo o Furacão abrir 3 a 0 de frente, o Esmeraldino iniciou uma reação imediata. E teve sucesso. Aos 39 minutos, após cruzamento de Dadá Belmonte, Yan Souto descontou, após desvio de cabeça sem chances para o goleiro Bento.

GOIÁS ADOTA POSTURA OFENSIVA E COLOCA FOGO NO JOGO

No retorno para a etapa complementar, apenas o técnico Jair Ventura foi quem optou por uma troca ao colocar Marquinhos Gabriel no lugar de Apodi. O time visitante fez mais um logo aos 5 minutos, com Pedro Raul, após assistência do próprio Marquinhos.

Percebendo o crescimento por parte do adversário, o Athletico tentou tranquilizar as coisas em campo voltando a ditar o ritmo, além de ditar as ações. Além disso, promoveu sua primeira troca ao colocar Hugo Moura no lugar de Terans, fechando o meio-campo.

MOMENTOS FINAIS COM EMOÇÃO

Com a partida entrando em sua reta final, os dois times se lançaram ao ataque. Entretanto, apesar do famoso lá e cá, além das últimas substituições promovidas pelos técnicos, nem mesmo os acréscimos foram o suficiente para modificar o placar, dando a vitória aos donos da casa por 3 a 2, com direito a festa da torcida do Furacão nas arquibancadas.

FICHA TÉCNICA
ATHLETICO 3 X 2 GOIÁS


Data e horário: 02/11/2022 - 16h (de Brasília)
Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)
Assistentes: Guilherme Dias Camilo (MG) e Tiago Augusto Kappes Diel (RS)
VAR: Daiane Caroline Muniz dos Santos (SP)

Cartões amarelos: Yan Souto, 11'/1ºT; Fernandinho, 41'/1ºT; Abner Vinícius, 49'/2ºT

Gols: Terans, 5'/ºT (1-0); Alex Santana, 12'/1ºT (2-0); Terans, 28'/2ºT (3-0); Yan Souto, 39'/1ºT (3-1); Pedro Raul, 5'/2ºT (3-2)

ATHLETICO-PR: Bento; Khellven, Pedro Henrique, Thiago Heleno e Pedrinho; Fernandinho, Alex Santana (Léo Cittadini, aos 27'/2ºT) e Terans (Hugo Moura, aos 18'/2ºT); Vitor Bueno, Vitor Roque e Vitinho (Abner Vinícius, aos 41'/2ºT). (Técnico: Luiz Felipe Scolari)

GOIÁS: Tadeu; Yan Souto, Reinaldo, Caetano (Hugo, aos 30'/2ºT), Diego e Apodi (Marquinhos Gabriel, no intervalo); Auremir (Nicolas, aos 41'/2ºT) e Caio (Luan Dias, aos 41'/2ºT); Vinicius, Pedro Raul e Dadá Belmonte (Maguinho, aos 41'/2ºT). (Técnico: Jair Ventura)

Athletico-PR x Goiás
Athletico-PR x Goiás

Athletico venceu o Goiás nesta quarta-feira pelo Brasileirão (Foto: Divulgação/Athletico-PR)