Na época de suposto ataque sexual, Neymar viveu dias agitados nos EUA

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·3 minuto de leitura
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
***FOTO DE ARQUIVO*** BRASÍLIA, DF, 05.06.2019 - Neymar durante aquecimento antes da partida amistosa entre as seleções de Brasil e Qatar no estádio Nacional Mané Garrincha, em Brasília (DF). (Foto: André Coelho/Folhapress)
***FOTO DE ARQUIVO*** BRASÍLIA, DF, 05.06.2019 - Neymar durante aquecimento antes da partida amistosa entre as seleções de Brasil e Qatar no estádio Nacional Mané Garrincha, em Brasília (DF). (Foto: André Coelho/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A ida de Neymar aos Estados Unidos em junho de 2016 rendeu boas histórias e imagens para os sites de fofoca que cobrem cada passo dado pelos famosos.

Foi nessa viagem que o jogador teria cometido um suposto ataque sexual a uma funcionária da Nike, que o denunciou à empresa em 2018. A história foi publicada pelo The Wall Street Journal na noite de quinta-feira (27).

Segundo a reportagem, o caso envolvendo o brasileiro deu início a uma investigação interna da empresa de material esportivo, que terminou por romper o contrato de patrocínio com o atleta. Hoje, Neymar é patrocinado pela Puma.

Em entrevista à reportagem, o pai de Neymar negou as acusações e afirmou que a Nike faz chantagem com seu filho. O jogador do Paris Saint-Germain (FRA) também nega ter cometido o ataque sexual.

A lista de celebridades com as quais o atacante brasileiro esteve em sua passagem pelos Estados Unidos em 2016 é extensa. Na época, ele jogava pelo Barcelona (ESP).

Logo no dia 1º de junho, Neymar se encontrou com Michael Jordan em Nova York, conforme registrou em foto publicada no seu Instagram. Ele e o ex-atleta de basquete participaram juntos de uma campanha publicitária da Nike, que lançou uma linha de roupas e calçados com referências aos dois astros.

Neymar também aproveitou para registrar o encontro com William Wesley, amigo de Jordan e figura de muita influência no basquete norte-americano. Wesley construiu sua reputação como um consultor de grandes estrelas e braço direito de Leon Rose, advogado e agente de atletas. LeBron James e Allen Iverson foram alguns dos jogadores agenciados por Rose.

Hoje, Leon Rose é presidente do New York Knicks, e Wesley atua como vice-presidente executivo da entidade.

William Wesley também tem forte influência na Nike, servindo como uma espécie de meio de campo entre a empresa e seus patrocinados. Ele, inclusive, já apareceu publicamente utilizando calçados personalizados da marca que não são comercializados ao público. A Nike e o próprio Wesley sempre negaram qualquer vínculo profissional.

Na noite do mesmo dia em que esteve com Michael Jordan, Neymar foi a uma festa de lançamento da coleção dos dois na qual estiveram presentes, entre outros convidados importantes, o presidente de marcas da Nike, Trevor Edwards, o cineasta Spike Lee, a modelo brasileira Lais Ribeiro e o rapper Fat Joe.

Já na madrugada do dia 2, o atacante e seu pai marcaram presença na boate Up and Down, onde Neymar encontrou o cantor Joe Jonas e a cantora Selena Gomez.

De acordo com a reportagem do The Wall Street Journal, o ataque sexual de Neymar teria ocorrido justamente na madrugada do dia 2 de junho, após a festa da Nike. O atacante teria forçado uma funcionária da empresa a fazer sexo oral nele.

No dia seguinte, Neymar e Selena Gomez foram vistos deixando o mesmo hotel em Manhattan, com cinco minutos de diferença, o que na ocasião gerou boatos de um possível romance.

Ainda em junho daquele ano, as férias do brasileiro por Nova York incluíram encontros com o piloto Lewis Hamilton, o cantor Justin Bieber e o DJ Calvin Harris, que postou em suas redes sociais uma foto com o atleta. "Neymar está no clube", disse Harris.

Liberado da disputa da Copa América daquele ano, Neymar passou alguns dias na Califórnia, onde o ele e amigos ficaram hospedados em uma mansão cedida pelo Airbnb, localizada em Beverly Hills.

"Amando Los Angeles. Obrigado, Airbnb, por nos hospedar", postou o jogador no Instagram.

Na Califórnia, aproveitou para conhecer o elenco do Golden State Warriors, time sensação da NBA naquele momento. O brasileiro trocou camisas do Barcelona por uniformes da franquia e tirou fotos com Stephen Curry e Klay Thompson, além dos brasileiros da equipe, Leandrinho Barbosa e Anderson Varejão.

Com o fim das férias, Neymar se apresentou à seleção brasileira para a disputa da Olimpíada, realizada no Rio de Janeiro. O Brasil conquistou sua primeira medalha de ouro no futebol masculino na ocasião.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos