Nação transforma o Maracanã em palco de homenagens às vítimas do incêndio do Ninho

Matheus Dantas
LANCE!
Torcedores fizeram homenagens em memória das vítimas do incêndio do Ninho do Urubu (Foto: Matheus Dantas)
Torcedores fizeram homenagens em memória das vítimas do incêndio do Ninho do Urubu (Foto: Matheus Dantas)


No dia em que a morte de 10 atletas da base do Flamengo, por conta de um incêndio no alojamento no Ninho do Urubu, completou um ano, o time da Gávea enfrentou o Madureira, pelo Estadual, no Maracanã. O jogo, como não poderia deixar de ser, foi marcado por homenagens aos Garotos do Ninho.

As ações mais marcantes partiram de grupos de torcedores, que, por exemplo, pintaram os rostos de todas as vítimas em um muro da Avenida Radial Oeste, nos arredores do Maracanã. O espaço com os desenhos de Athila Paixão, Arthur Vinícius, Bernardo Pisetta, Christian Esmério, Gedson Santos, Jorge Eduardo, Pablo Henrique, Rykelmo de Souza, Samuel Thomas e Vitor Isaías transformou-se em um memorial, com flores e mensagens deixadas por ali.

Ainda do lado de fora do estádio, o grupo "Flamengo da Gente" distribuiu adesivos com a seguinte mensagem: "Nós não esquecemos". Muitas faixas pedindo justiça e a resolução do caso do incêndio também foram exibidas.



Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Nas arquibancadas, as faixas em homenagem aos Garotos do Ninho multiplicaram-se, assim como os cantos. Antes da bola rolar, 10 bandeiras com os rostos dos jovens foram estendidas e um minuto de silêncio foi respeitado.

Já os jogadores entraram em campo com uma camisa especial para a ocasião e, no uniforme de jogo, levaram os nomes das 10 vítimas. Uma faixa com "Para sempre por vocês" também foi ao gramado antes do apito inicial. As presenças especiais ficaram por conta de Cauan Emanuel, Francisco Dyogo e Jonatha Ventura, atletas das divisões de base que ficaram feridos no incêndio no Ninho.

Contudo, as famílias das vítimas não foram convidadas pelo clube e não estiveram presente. Assim, não puderam receber a solidariedade da Nação.




Leia também