Números mostram que Ganso finalmente "estreou" no Sevilla

Meia 'cobra' mais oportunidades no Sevilla, admite que nunca duvidou de si próprio e avisa que 'ainda tem muita lenha para queimar'

Paulo Henrique Ganso foi comprado pelo Sevilla em julho de 2016, mas só estreou de verdade nove meses depois, nesta sexta-feira (21 de abril). Antes disto ele disputou 12 jogos, participou de alguns lances bonitos, mas nunca brilhou. Porém, diante do Granada, fez os dois gols da vitória e foi além: mostrou o futebol que fez ele se destacar no Brasil em algumas temporadas.

A escalação de Ganso foi uma grande surpresa nesta sexta. Ele não jogava há 108 dias e sequer ficava no banco de reservas muitas vezes. 

Porém, o meia não sentiu a falta de ritmo de jogo. Demorou apenas três minutos para fazer o primeiro gol. Marcou outro logo depois do intervalo. Em ambos mostrou presença de área, algo que até faltava no futebol dele. Também arriscou outros quatro chutes que assustaram o goleiro Ochoa.

Veja os números de Ganso contra o Granada:

Ganso também mostrou a melhor característica do seu futebol, a qualidade no passe. Inclusive deu uma assistência para gol de Jovetic, mas o juiz marcou impedimento duvidoso. Além disso, acertou 89% dos 44 passes que tentou. E até na defesa ele foi bem, pois acertou quatro dos cinco desarmes que tentou.

A torcida o aplaudiu muito quando ele saiu do jogo, substituído por Franco Vázquez aos 35min do 2º tempo. O torcedor do Sevilla está louco para vê-lo jogar assim mais vezes. Muitos brasileiros também adorariam ver Ganso brilhar na Europa. Mas por enquanto é cedo para dizer que o futebol dele renasceu. O que aconteceu é que finalmente ele estreou.