Números e liderança: Volpi é o melhor goleiro do São Paulo na era pós-Ceni?

Pedro Alvarez*
·2 minuto de leitura


Em 2019, Tiago Volpi assinou com o São Paulo e chegou como novo goleiro. Após tentativas com Renan Ribeiro, Denis, Sidão, entre outros nomes, Volpi foi o primeiro a se consolidar como uma opção segura para o gol da equipe, conquistando a torcida e a titularidade. Levantamos alguns dados que explicam a confiança depositada pelo torcedor são-paulino em Volpi.


Veja a situação atual do São Paulo na tabela do Campeonato Brasileiro!

De lá para cá, são 119 partidas, com desempenhos muito seguros. No Brasileirão de 2019, o goleiro atuou 37 vezes pelo Tricolor, não tomando gols em 15 dessas partidas. Além disso, Volpi fez, em média, 3 defesas por jogo, defendendo 79% dos chutes disparados ao seu gol, de acordo com dados do SofaScore.

Em 2019, no Campeonato Brasileiro, o Tricolor teve a melhor defesa da competição, tomando 30 gols nos 38 jogos. Volpi, que não jogou apenas uma das partidas, foi fundamental para essa campanha, sendo escolhido, pelo Índice Footstats, como o melhor goleiro do torneio.


Já na temporada de 2020/21, Volpi atuou, até o momento, em todas as partidas da equipe, somando 10 jogos sem tomar gols, o que significa que, aproximadamente, a cada três jogos, Volpi fica um sem tomar um gol sequer.

Em 119 jogos disputados, o goleiro soma 40 partidas sem sofrer gols (33,6% dos jogos). Dessa forma, tomou 124 gols desde que chegou no São Paulo, uma média de praticamente um por partida.

Ao todo, são 345 defesas feitas pelo goleiro nos 119 jogos, uma média de 2.9 defesas por partida. Dessas, 61 finalizações foram feitas em curta distância, 128 finalizações em média distância e 156 em longa distância. O goleiro defendeu 9 pênaltis pelo Tricolor.

Com essa segurança passada, a torcida ganhou confiança no goleiro que, além de tecnicamente muito bem pela equipe, demonstrou liderança entre o elenco, se tornando peça fundamental na briga pelo título de 2020/21.

Desde a despedida do ídolo são-paulino Rogério Ceni, em 2015, o clube encontrou dificuldades em substituí-lo. Agora, com Tiago Volpi debaixo das traves, a satisfação da torcida é muito maior.

RUMORES


Desde essa quinta-feira (4), o goleiro do São Paulo se afastou dos treinos por dores na lombar, porém, essa ausência em meio a um momento de crise da equipe, abriu espaço para que boatos se iniciassem sobre a saída de Tiago Volpi.

O goleiro, nesta sexta-feira (5), veio a público em suas redes sociais e garantiu que esses rumores são mentiras, reafirmando seu compromisso com o Tricolor.

*Sob a supervisão de Valdomiro Neto