Número 1 do mundo no golfe, espanhol Rahm é diagnosticado com Covid-19

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 minuto de leitura
Golfista número 1 do mundo, Jon Rahm, da Espanha
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

TÓQUIO (Reuters) - O golfista número 1 do mundo, Jon Rahm, da Espanha, e o sexto colocado no ranking, o norte-americano Bryson DeChambeau, foram diagnosticados com Covid-19 antes de embarcarem para os Jogos Olímpicos de Tóquio, impondo um duríssimo golpe ao torneio de golfe da Olimpíada dias antes de seu início.

Essa é a segunda vez em dois meses que o espanhol tem um testo positivo de Covid, após ter sido obrigado a se retirar no mês passado do torneio Memorial de Ohio quando liderava com seis tacadas de vantagem.

"Tive a sorte de representar o meu país e ganhar campeonatos no mundo todo. Jogar em Tóquio me daria a oportunidade de ganhar uma medalha para o meu país. Seria incrível ser um dos primeiros medalhistas espanhóis, mas o destino tem outros planos para mim", disse Rahm no Twitter neste domingo.

DeChambeau afirmou em um comunicado que está "profundamente decepcionado" por não poder representar os EUA nos Jogos Olímpicos.

A primeira rodada do torneio de golfe dos Jogos de Tóquio começa na quinta-feira no Kasumigaseki Country Club.

(Reportagen de Nick Mulvenney)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos