"Não vejo a hora de estar em campo", afirma Douglas - O Grêmio é dependente do meia?

Nesta sexta-feira (31), o meia Douglas completa 51 dias longe dos gramados. Em fevereiro, o camisa 10 rompeu o ligamento cruzado anterior do joelho esquerdo. De olho no retorno, que deve ser apenas em agosto, o meia, aclamado como Maestro pela torcida, faz falta para a equipe gaúcha.

Desde sua lesão, o time de Renato Gaúcho sentiu sua falta de sua principal referência técnica e de criação de jogadas. O time, campeão da Copa do Brasil 2016, era muito dependente do estilo de jogo do atleta, que se reencontrou com a chegada do ídolo gremista, fazendo por vezes o papel de um falso nove, mas principalmente, dando passes precisos para Pedro Rocha, Everton e Luan.

A ausência dele, que tem sido substituído por Miller Bolaños, ainda é sentida, apesar da boa fase do equatoriano, que joga de forma diferente. O Grêmio não convenceu ainda em 2017. Foi apenas quarto colocado na tabela do Gauchão, jogou uma partida pela Libertadores - venceu, por 2 a 0 - mas ainda não demonstra o futebol elogiável de meses atrás.

Douglas Grêmio Copa do Brasil 08 12 2016

(Foto: Lucas Uebel/Grêmio/Divulgação)

VEJA TAMBÉM:
Zico critica CBF e federações | Cartoon do Dia | Notícias do Grêmio

Bolaños é artilheiro neste ano, com cinco gols, mas sem poder treinar, apenas realizando fisioterapia, Douglas só observa o substituto e o time. "É difícil, pois todo jogador quer jogar. Tenho acompanhado os jogos pela TV, também indo ao estádio. Recebo o carinho da torcida, e isso ajuda. Mas não vejo a hora de estar em campo", falou ele, à Zero Hora.

Douglas quer estar em campo tanto quanto o time quer ele. Até agora, Portaluppi não encontrou uma forma de jogar, no nível em que atuava, sem Douglas. O comandante pode encontrar uma saída para a dependência que, principalmente, os atacantes sentem, dele, mas até lá, ele fará falta para ele.

Douglas e Marcelo Oliveira - Grêmio


(Foto: Lucas Uebel/Grêmio/Divulgação)

"O carinho da torcida do Grêmio nas redes sociais e na rua sempre motivam. Por isso, desejo ganhar mais títulos aqui. Quero voltar para ajudar, neste ano temos competições importantes. Pretendo estar dentro de campo ajudando o time", lembrou o meia.

Com atividades em dois turnos, Douglas deve voltar, se tudo correr bem, quando o time já deve estar nas oitavas ou quartas de final da Libertadores. Renato com certeza o utilizará. O meia experiente pode lutar por mais um título nesta temporada.