'Não vamos fazer isso de novo', diz presidente da Uefa sobre Eurocopa com múltiplas sedes

·1 minuto de leitura


A atual edição da Eurocopa, com jogos em diversos países do Velho Continente, não deve se repetir novamente. Em entrevista à 'BBC Sports', o presidente da Uefa, Aleksander Ceferin, admitiu que foi um erro o formato da edição 2020 e citou alguns argumentos como a distância que algumas seleções tiveram que viajar.

- Não vou mais concordar com isso. De uma forma, não foi correto que algumas equipes tenham tido que viajar por mais de 10 mil km, e outras por apenas 1 mil km. Nós tivemos muitas viagens, para países com jurisdições diferentes, moedas distintas, integrantes da União Europeia e nações de fora dela também. Não foi fácil - disse, antes de emendar:

- Foi um formato decidido antes de eu assumir (a presidência) e respeito isso. É uma ideia interessante mas de difícil implementação. Não acredito que vamos fazer algo assim de novo - completou Ceferin.

+ Veja a tabela e resultados atualizados da Eurocopa

Esta edição da Eurocopa se deu em 11 sedes diferentes: Amsterdã, Baku, Bucareste, Budapeste, Copenhague, Glasgow, Londres, Munique, Roma, São Petersburgo e Sevilla. A grande decisão da competição ocorre neste domingo, às 16h, em Wembley, entre Inglaterra e Itália.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos