"Não vamos desacreditar", diz Raphael Veiga após derrota que complica Palmeiras no Paulistão

Fabio Utz
·1 minuto de leitura

O empate sem gols já era ruim. Pois a derrota por 1 a 0, vinda já aos 48 minutos do segundo tempo pelos pés de Bruno Xavier, complicou bastante a situação do Palmeiras dentro do Campeonato Paulista. Agora, após o revés diante da Inter de Limeira, em pleno Allianz Parque, o Verdão precisa tirar seis pontos de diferença para o Novorizontino se quiser se classificar às quartas de final.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

O Verdão foi a campo com uma escalação um tanto quanto estranha. Nenhum zagueiro de origem iniciou o duelo. Mas, com o apito final do árbitro, ficou difícil até lamentar. "Eles souberam marcar bem, e nós não conseguimos fazer os gols. Sobre a questão de jogadores, todos sabem que com essa maratona não tem como ter o time completo pra jogar todos os jogos", disse o meia Raphael Veiga.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Segundo o atleta, não é hora de jogar a toalha. "O Palmeiras não pode e não vai desacreditar. A gente vai brigar o tempo inteiro pra classificar. Pro Palmeiras ficar fora de uma disputa é algo estranho. Time grande, somos os atuais campeões. A gente fica triste pelo resultado, mas ele não pode nos abater", completou. Faltando três partidas para o término da fase classificatória, o clube ocupa a terceira colocação do Grupo C com 12 pontos - o Novorizontino é segundo com 18, enquanto o Red Bull Bragantino lidera com 21. A próxima partida é no domingo, contra o Santo André.

Para mais notícias do Palmeiras, clique aqui.

Quer saber como se prevenir do coronavírus? #FiqueEmCasa e clique ​aqui.