'Não tinha VAR. Não faz sentido ele dar o gol e depois anular', critica Léo Jabá após classificação do Vasco

·2 minuto de leitura


A classificação do Vasco para a próxima fase da Copa do Brasil foi cercada de polêmica. No empate com Boavista por 1 a 1, em São Januário, o árbitro José Mendonça da Silva Junior (PR) voltou atrás e anulou o gol de Gabriel Pec, causando uma enorme discussão sobre uma possível interferência externa no lance. Na saída de campo, um dos destaques do jogo, Léo Jabá, comentou sobre a jogada.

> Confira os confrontos da Copa do Brasil

- O mais importante é que saímos com a vitória. Até porque não tinha VAR e no meu critério não tem sentido ele dar o gol e depois anular. Mas a gente tem que continuar trabalhando. Sabemos que a sequência de jogos é forte e poderia ter nos prejudicado. Se a gente não faz o gol, poderia ter ido para os pênaltis. Tem que saber, pois somos homens, e estamos aqui trabalhando e isso é muito importante para todos nós - disse o atacante.

> Conheça o aplicativo de resultados do LANCE!

O camisa 7 foi responsável pelo cruzamento que deu origem ao polêmico gol anulado. Ao ser deslocado para o lado esquerdo, ele apareceu bem e deu a assistência para o gol de empate marcado por Germán Cano. Com isso, Léo Jabá é o líder de assistências na temporada ao lado de Léo Matos com 4 passes para gol.

- Sim. quando fui substituído até brinquei com o Pássaro. Tem que dar duas assistências para valer uma. Agora tem que cobrar o Cano, pois o outro PIX contra o Botafogo ele não fez e agora tem dois Pix par ele fazer - brincou Jabá.

O próximo compromisso do Vasco será pela Série B do Campeonato Brasileiro. No sábado, o time visitará o Brasil de Pelotas, no Estádio Bento Freitas, às 19h, pela terceira rodada da competição nacional.