'Não subestimamos ninguém', diz meia do Uruguai sobre favoritismos na Copa

Lucas Torreira fala sobre favoritismos na Copa do Qatar (Foto: Divulgação/AUF)


Meio-campista da seleção do Uruguai, Lucas Torreira jogará sua segunda Copa do Mundo desde a estreia em 2018. Nesta terça-feira, portanto, o jogador concedeu entrevista coletiva em Doha, no Qatar, e falou sobre os favoritismos previamente impostos nesta disputa.

> Listamos as maiores zebras da história das Copas do Mundo; confira

- Nunca fomos uma equipe que subestima os rivais. Não subestimamos ninguém, seja a Coreia ou Portugal. Jogamos sempre da mesma maneira para vencer. Temos que ter compromisso e respeito com nossos rivais. A primeira partida pode definir o ritmo de uma grande Copa do Mundo ou de uma Copa ruim. Vamos estar preparados para tudo - disse o atleta.

Lucas Torreira aproveitou para fazer comparações em relação à sua primeira Copa do Mundo, na Rússia, em 2018, além de analisar a Coreia do Sul, primeira seleção adversária do Uruguai nesta edição, já na quinta-feira, às 10h (de Brasília), pelo Grupo H.

- São países muito diferentes, mas nós nos comportamos com calma. A ansiedade é natural e conforme a estreia se aproxima aumenta, mas somos um grupo muito forte. Na Rússia, eu estava nervoso. Agora estou feliz em minha segunda Copa do Mundo. Vamos nos preparar para cada partida. Temos nossa churrasqueira e isso é o suficiente para nós (risos) - ressaltou Torreira, que prosseguiu:

> Clique e confira a tabela completa e simulador da Copa do Mundo!

- A Coreia do Sul é um adversário muito agressivo. Analisamos seus pontos fortes e fracos. Cada jogo tem a sua forma de preparação porque as equipes têm características diferentes. Vamos tentar ocupar os espaços. Quem cometer menos erros é quem vai vencer.

Por fim, o meia do Galatasaray-TUR demonstrou tranquilidade em relação às opções do treinador Diego Alonso para o primeiro jogo da Celeste na Copa do Qatar. Sem saber quem será titular ou não, Torreira afirmou que "o grupo é bastante forte e que o comandante escolherá os 11 que podem ser melhores para este jogo em especial, mas que os outros estarão sempre incentivando".