"Não sei mais o que tenho que fazer para que comecem a me respeitar", diz Neymar

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 minuto de leitura
Neymar comemora um gol do Brasil contra o Peru nas eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo do Catar-2022, em 9 de setembro de 2021, em Recife (AFP/NELSON ALMEIDA)
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

O craque Neymar fez um desabafo, após se tornar o artilheiro em eliminatórias sul-americanas nesta quinta-feira ao marcar um gol na vitória por 2 a 0 sobre o Peru.

 "Estou muito contente, muito feliz, com a ajuda de meus companheiros. Mas não sei mais o que eu tenho que fazer com essa camisa pra galera começar a respeitar o Neymar", disse o astro do PSG visivelmente incomodado após o jogo disputado em Recife.

Leia também:

 Ao ser perguntado sobre esse incômodo, 'Ney' garantiu que as críticas são de "todo tipo" e vêm "há muito tempo".

 "É algo de vocês, repórteres, comentaristas e outros também. Às vezes nem gosto mais de falar em entrevistas, mas em momentos importantes venho dar meu parecer", acrescentou.

 Antes do superclássico com a Argentina no domingo em São Paulo, suspenso por uma suposta violação de protocolos anticovid por parte de quatro jogadores argentinos, Neymar foi criticado na imprensa e nas redes sociais por supostamente estar acima do peso, o que foi negado pelo jogador e pela comissão técnica da Seleção.

 Antes de manifestar seu desconforto, o camisa 10 do Brasil se disse feliz quando questionado sobre o gol que marcou contra o Peru, que o tornou o brasileiro com mais gols em eliminatórias sul-americanas, com 12, um a mais que Romário e Zico.

 "O coletivo é o mais importante, Mas ao mesmo tempo fico contente de ser o goleador máximo de eliminatórias, maior assistente com a camisa da seleção e logo, se Deus quiser, será uma honra passar o Pelé", acrescentou

 'O Rei', com 77 gols, tem o status de artilheiro da seleção verde-amarela. Até esta quinta-feira, quando foi ultrapassado pelo argentino Lionel Messi, esse era o maior recorde de gols de um sul-americano com sua seleção.

 Neymar mandou uma mensagem de incentivo a Pelé, internado em São Paulo após ter sido operado no sábado para a retirada de um tumor no cólon.

 "Pelé, espero que você se recupere logo para continuar acompanhando a seleção brasileira (...) Você é um guerreiro. Força, está em minhas orações", afirmou ele.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos