Não são apenas os gols! Neymar pode brilhar na ausência de Messi

As estatísticas nem sempre dizem tudo. Quando Neymar marcou 39 gols em sua segunda temporada no Barcelona, parcecia que poderia igualar os números de Lionel Messi e Luis Suárez na frente da meta adversária. Talvez, surpreedentemente, isso nunca aconteceu. Porém, não importa muito.

Em 2013, Neymar marcou 15 gols em 48 jogo. Depois, anotou 39 em 51 partidas e, na terceira, alcançou 31 bolas na rede em 49 compromissos.

Nesta temporada, chega à modesta cifra de 14 gols em 35 partidas, seus piores números desde que chegou ao Camp Nou. Ainda assim, não importa. Há muito mais que gols e esta é a melhor campanha do brasileiro pela equipe catalã.

Neymar Barcelona PSG Champions League

De fato, quando o Barça venceu o Paris Saint-Germain por 6 a 1 na histórica virada da Champions, foi Neymar (e não Lionel Messi) quem se encarregou de brilhar pela equipe.

Neymar forçou o pênalti para que Messi marcasse o 3 a 0, conseguiu o 4 a 1 com uma cobrança perfeita de falta, anotou o quinto de pênalti e deu a assistência para que Sergi Roberto concluísse o marcador no Camp Nou.

O Barça contratou Neymar pensando no futuro substituto para Messi e, diante do Granada, o camisa 11 teve a oportunidade de jogar sem o craque argentino ao seu lado, completando um grande jogo e conseguindo seu gol de número 100 com a camisa azul e grená.

Neymar Messi Barcelona 04032017


(Foto: Getty Images)

Longe dos números, Neymar demonstrou ser um líder do time catalão e as sensações no campo de jogo melhoram com o passar das temporadas.

O brasileiro ainda obteve 19 assistências em todas as competições nesta temporada, o que é mais que qualquer atleta nas cinco grandes ligas europeias. Marcar gols é sempre importante, mas criar é tão fundamental quanto. E se Neymar melhorar o desempenho à frente do gol, realmente o céu é o seu limite.