'Não era nem para o Ronaldo ter jogado', revela Júnior Baiano sobre final da Copa de 98

·1 min de leitura
France's players celebrate on the field after their victory over Brazil in the final of the 1998 FIFA World Cup in front of a dejected Ronaldo (Brazil). | Location: Saint-Denis, France.
Ronaldo passa pela comemoração francesa após o título da Copa de 1998 (Foto: Getty Images)

Em entrevista ao podcast 'Flow Sport Club', o ex-zagueiro Júnior Baiano falou sobre a final da Copa do Mundo de 1998, onde a França venceu a Seleção Brasileira por 3 a 0. O ex-jogador disse acreditar que o atacante Ronaldo 'Fenômeno' não deveria ter entrado em campo e que falhou na decisão por estar preocupado com o atleta. 

- Jogo rolando, e eu olhando para o Ronaldo. Eu dei uma falha, boba, infantil, porque estava olhando para o Ronaldo com medo de ter alguma coisa. Vai que acontece alguma coisa. Eu ia me sentir culpado. Na hora que o Ronaldo tromba no Barthez, vai todo mundo chamando ambulância - explicou o ex-zagueiro.

Leia também:

- Não era nem para o Ronaldo ter jogado. Já que o médico falou que poderia jogar, fizeram os exames, o Zagallo não tinha o que fazer, tinha que colocar o cara, não tinha como tirar o Ronaldo. Acredito que foi um grande erro. Se não acontece o que aconteceu com o Ronaldo, a parada seria outra - completou Júnior Baiano. 

A Seleção Brasileira volta a entrar em campo no próximo dia 11 de novembro para enfrentar a Colômbia pela 13ª rodada das Eliminatórias da Copa do Mundo. O Brasil lidera a chave Sul-Americana com 31 pontos em 11 jogos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos