Náutico vence o Goiás e continua firma na liderança da Série B

·3 minuto de leitura


No estádio da Serrinha, em Goiânia, em jogo válido pela 10ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B, Náutico venceu o Goiás pelo placar de 1 a 0. O gol da vitória do Timbu veio após rebote de cobrança de falta de Jean Carlos, aos 30 minutos da etapa complementar. Com o resultado, o Alvirrubro permanece na liderança da Série B com 24 pontos. Já o Esmeraldino fica na 6ª colocação, com 16 pontos.

A partida

Primeiro Tempo

20 MINUTOS DE MUITA MARCAÇÃO DOS DOIS LADOS
Os primeiros 20 minutos de Goiás e Náutico foram de muita marcação e sem oportunidades de gol de nenhuma das equipes. O Esmeraldino não dava chance para o Timbu na saída de bola, enquanto os Alvirrubros não permitiam que os donos da casa fizessem a bola longa.

UMA CHANCE CRIADA PARA CADA LADO EM JOGO MUITO TRUNCADO
A parte final da etapa inicial não foi muito diferente do começo do jogo, já que Goiás e Náutico continuaram protagonizando uma partida bastante truncada. Cada equipe teve uma boa oportunidade criada.

O Esmeraldino foi quem assustou primeiro. Aos 22 minutos, após lançamento, a defesa do Timbu cortou mal, a bola sobrou para Bruno Mezenga que soltou o pé de fora da área, mas o chute acabou explodindo na trave.

O Náutico só teve a sua oportunidade de perigo aos 35, e foi em cobrança de falta da intermediária. Jean Carlos bateu com veneno, a bola quicou no gramado antes do goleiro Tadeu fazer grande defesa e salvar o Goiás.

Segundo Tempo

GOIÁS VOLTA MELHOR DO INTERVALO E CRIANDO ÓTIMAS OPORTUNIDADES
A parada para o intervalo fez muito bem para o time do Goiás. Os Esmeraldinos voltaram muito mais inspirados para etapa complementar. Dadá Belmonte, Caio e Alef Manga tiveram grandes oportunidades para marcar, mas suas finalizações acabaram não entrando.

A mais clara das três foi a de Alef Manga. Após lançamento, o atacante passou pelo goleiro do Náutico e chutou, mas Camutanga estava ligado no lance, correu para dentro do gol e salvou em cima da linha fatal o que seria o gol do time do Goiás.

NÁUTICO ABRE O PLACAR
O técnico Hélio dos Anjos, do Náutico, resolveu mexer no time em busca da melhora do seu time, mas foi o jogador que entrou no Goiás quem quase marcou. Aos 26, Nicolas cabeceou, mas Jefferson defendeu. A resposta do Timbu veio em forma de gol.

Em cobrança de falta, Jean Carlos bateu, a bola acertou a barreia e voltou para ele, que desta vez conseguiu aproveitar o rebote e bater seco no canto de Tadeu e inaugurar o placar, aos 30 minutos: 1 a 0 para o Náutico.

GOIÁS PARTE PARA CIMA NA RETA FINAL, MAS O TIMBU GARANTIU A VITÓRIA

Na reta final da partida, o Goiás foi para cima em busca do empate. Além de se segurar muito bem na defesa e não dar oportunidades ao Esmeraldino para empatar a partida, o Timbu ficou muito próximo de ampliar com Breno, que acertou a trave de Tadeu. Placar final da partida: Goiás 0, Náutico.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos