Murray não está pronto para competir e pula evento de grama em Nottingham

·1 minuto de leitura

(Reuters) - O ex-número um do mundo no tênis Andy Murray retirou sua participação de um evento da ATP Challenger entre os dias 5 e 13 de junho que será disputado em quadras de grama, já que ainda não está pronto para competir enquanto se recupera de uma lesão, afirmou a Associação de Tênis na Grama (LTA, na sigla em inglês) nesta quinta-feira.

O britânico três vezes campeão de Grand Slams caiu para a posição 123 do ranking mundial após longo período de ausência por conta de lesões e cirurgias no quadril.

Murray jogou pela última vez no Aberto de Roterdã, onde perdeu para o russo Andrey Rublev no início de março, antes de desistir de participar do Aberto de Miami por causa de uma lesão na virilha.

"Andy Murray anunciou na tarde de quinta-feira sua desistência do evento já que ele não se sente pronto para competir, e foca seu retorno no Clube da Rainha ainda neste mês", disse a LTA em nota.

O tenista de 34 anos estava inicialmente buscando ganhar um convite para participar do Aberto da França, mas eventualmente decidiu não participar do torneio no saibro para se dedicar a um retorno aos Grand Slams em Wimbledon.

O evento no Clube da Rainha começa em 14 de junho, enquanto Wimbledon, que foi cancelado no ano passado por conta da pandemia de Covid-19, está marcado para o período entre 28 de junho e 11 de julho.

(Reportagem de Rohith Nair em Bengaluru)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos