Murray derrota Pouille na semi e faz decisão contra Verdasco em Dubai

Atual número um do ranking da ATP, o escocês Andy Murray venceu o francês Lucas Pouille na manhã desta sexta-feira e se classificou para a grande final do ATP 500 de Dubai, nos Emirados Árabes. Em pouco mais de uma hora e meia de partida, o britânico superou seu adversário em sets diretos, com parciais de 7/5 e 6/1. Na decisão, o tenista irá enfrentar o espanhol Fernando Verdasco, que derrotou Bautista-Agut e Gael Monfils em sua trajetória.

O primeiro set da partida foi muito movimentado, com diversas quebras de serviço. Murray foi o primeiro a vencer no saque do rival, abrindo 3 a 0. Na sequência, Pouille conquistou duas quebras e virou o placar, mas Andy respondeu bem e empatou. No 12º game, com o francês sacando, o número um voltou a se sobressair e conseguiu mais uma quebra, fechando em 7/5.

Já na segunda parcial a história foi bem diferente. Depois de dificultar no primeiro período, Pouille não apresentou o mesmo desempenho e sofreu duas quebras seguidas sem conseguir devolver nenhuma delas. Com isso, Murray caminhou para um 6/1 tranquilo, conquistado em menos de meia hora.

Agora na decisão, buscando seu primeiro título em Dubai, Murray terá pela frente Fernando Verdasco, número 35 da ATP. Na semi, o espanhol derrotou Robin Haase, da Holanda, por 2 sets a 1, parciais de 7/6 (5), 5/7 e 6/1.

Cabeça de chave número um do torneio, Murray derrotou Malek Jaziri (51º), Guillermo Garcia-Lopez (97º) e Philipp Kohlschreiber (29º) antes de chegar na semifinal, enquanto Verdasco derrotou os favoritos Roberto Bautista-Agut (16º) e Gael Monfils (12º), além de Andreas Seppi (73º) e Haase, em sua campanha no campeonato.