Mulher recebe 'pacote-bomba' de ex, fica ferida e acaba no hospital em SP

·2 minuto de leitura
Mulher recebe "presente-bomba" na Grande São Paulo - Foto: Reprodução
Mulher recebe "presente-bomba" na Grande São Paulo - Foto: Reprodução

Uma mulher ficou ferida depois de abrir um “pacote bomba” na cidade de Francisco Morato, na Grande São Paulo. O objeto foi entregue como um "presente” e até por isso era decorado com flores. O caso aconteceu nessa terça-feira (05).

Edileuza Ramalho, de 49 anos, ficou ferida após abrir o objeto e ser atingida pela explosão. Ela foi encaminhada para a Santa Casa de Misericórdia de Francisco Morato.

Leia também

Jhonatan Cardoso, 27 anos, filho de Edileuza diz que os ferimentos da mãe são superficiais e que a expectativa é de que ela tenha alta rapidamente.

Ele explicou que o “presente” chegou no final de semana, mas como a sua mãe estava na praia, ela abriu somente nessa terça-feira.

"Sentei no sofá da sala, e ela falou que ia abrir o presente. Assim que levantou a tampa da caixa, começou a subir uma fumaça preta. Ela falou que tava pegando fogo, dei dois passos e nisso explodiu", disse à TV Globo.

Antes do objeto explodir, Jhonatan foi acudir os gritos da mãe e quando ainda estava no caminho sentiu a explosão. Ele diz ter sido jogado a mais de um metro de distância pela força do estouro. Até o telhado da casa ficou danificado.

"Levantei correndo para ver como minha mãe estava. Tinha muita poeira e aí a vi no chão. Tinha sangue no chão, minha mão estava com sangue". Jhonatan conta que Edileuza vinha suspeitando da atitude de um ex-namorado, que já a havia ameaçado por diversas vezes.

"Ela ficou sabendo que ele era casado. Então, minha mãe colocou um ponto final e terminou. Ela até bloqueou ele nas redes sociais, mas ele continuou ameaçando."

Ao UOL, a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo disse que uma equipe da PM foi acionada para a ocorrência classificada como “tentativa de homicídio". O caso ficará a cargo da Delegacia de Francisco Morato, que vai investigar o caso.