Mulher que mostrou dedo médio a Trump vence eleição nos EUA

Ela foi demitida após ser identificada na foto (Foto: AFP)
Ela foi demitida após ser identificada na foto (Foto: AFP)

RESUMO DA NOTÍCIA

  • Ela foi demitida em 2017, após ser fotografada fazendo o gesto

  • Agora, foi eleita para o conselho que fiscaliza as atividades e o orçamento da prefeitura

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Em outubro de 2017, Juli Briskman ficou famosa por mostrar o dedo médio à comitiva da campanha do então candidato Donald Trump à presidência. Na última terça-feira (5), ela venceu uma eleição na cidade de Loudoun (Virgínia, EUA).

Juli derrotou a republicana Suzanne Volpe, que tentava a reeleição, com 52% dos votos. Agora ela faz parte do Conselho de Supervisores da cidade. Esse órgão é responsável por fiscalizar as atividades e o orçamento da prefeitura, e existe em seis estados americanos (Virgínia, Arizona, Califórnia, Iowa, Mississippi e Wisconsin) e 16 condados do estado de Nova York.

Leia também

Na imagem que viralizou nas redes sociais, Juli foi fotografada pedalando pela rua na qual Trump e a sua comitiva passavam após saírem do Trump National Golf Course, uma das propriedades do presidente ao redor do país.

A fotografia a fez ser dispensada do seu emprego como analista de marketing no governo da Virgínia antes do término do contrato. Briskman afirma que o gesto foi uma expressão de seu descontentamento com a política de imigração do presidente e com a forma como ele lidou com o desastre causado pelo furacão Maria em Porto Rico.

“Não uso esse gesto com frequência, mas queria expressar minha opinião. Me deparei com vidros escuros e blindados, e supus que a pessoa dentro do carro era quem eu achei que era”, ela contou ao BuzzFeed News em 2018.

Leia também