Mulher que acusa Daniel Alves de agressão sexual se recusa a receber indenização

Daniel Alves está preso na Espanha por acusação de agressão sexual (Foto: Pau BARRENA / AFP)


O caso de Daniel Alves na Espanha ganhou um novo capítulo neste sábado. Segundo informações trazidas pelo jornal espanhol "El País", a vítima na acusação de agressão sexual não pretende receber nenhuma indenização financeira caso o atleta seja condenado.

Aos 23 anos, a espanhola que acusa o jogador, é de uma família rica no país e deixou bem claro durante o depoimento na delegacia, que não quer receber nenhum dinheiro do brasileiro. A jovem busca apenas justiça pelo fato que relata que aconteceu, sem ganho financeiro.

+ Key Alves dispara contra brother e promete briga no BBB: 'Não tem caráter'

O caso
A suposta vítima acusa Daniel Alves de agressão sexual em uma festa realizada na virada de ano na Espanha. Em depoimento, o lateral-direito apresentou três versões do caso. A primeira, disse que estava no banheiro quando a mulher entrou e não houve qualquer contato entre eles. Posteriormente, assumiu o contato com a mulher, mas sem declarar uma relação. Na última admitiu que houve sexo entre eles.

Segundo os relatos, Daniel Alves e a mulher dançaram juntos até que o jogador "levou várias vezes a mão dela até seu pênis, que ela retirou assustada". Por volta das 4h30 da madrugada, ele pediu a ela para segui-lo até o banheiro onde teria ocorrido a agressão.

+ Esposa de Daniel Alves se pronuncia nas redes sociais após prisão do marido

Daniel Alves foi preso preventivamente na sexta-feira após prestar depoimento à polícia de Barcelona. O lateral deve permanecer preso até o julgamento do caso. Como resultado, o Pumas, clube mexicano que atuava o jogador brasileiro, anunciou que rescindiu o contrato com o atleta.