Mulher de Maxwell denuncia ex-jogador por agressões em DP de BH

Brazil's Maxwell (14) controls the ball against Portugal's Nani during the first half of a friendly soccer match on Tuesday, Sept. 10, 2013, in Foxborough, Mass. (AP Photo/Elise Amendola)
Brazil's Maxwell (14) controls the ball against Portugal's Nani during the first half of a friendly soccer match on Tuesday, Sept. 10, 2013, in Foxborough, Mass. (AP Photo/Elise Amendola)

O ex-jogador Maxwell, revelado pelo Cruzeiro e com passagens por Barcelona, Paris-St Germain e Seleção Brasileira, esta sendo acusado de agressão pela mulher, Giulia Reverendo Andrade. De acordo com informações contidas no boletim de ocorrência, publicadas pelo site "G1", a acusadora tem sofrido ameaças durante todo relacionamento. Giulia é casada com o ex-lateral esquerdo há 13 anos e tem quatro filhos com ele. O BO foi registrado no dia 27 de março, em Belo Horizonte.

Segundo a denúncia , em 2012 a mulher fraturou dois dedos do pé após ter sido agredida por Maxwell. Em 2015, após ter sofrido ameaças de morte, Giulia foi espancada novamente e levou pontapés na perna esquerda, durante uma viagem para Miami. Na ocasião, o também ex-jogador da Inter de Milão, de 37 anos, teria tirado ela à força do quarto de hotel e a mantido do lado de fora.

Leia também

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Ainda de acordo com o boletim de ocorrência, Giulia teria recebido ameaças de Maxwell como "você vai ver o que eu vou fazer com você". Três meses depois, a mulher teria decidido voltar com os filhos para Belo Horizonte, onde fez a denúncia.

De acordo com o "G1", o advogado de Giulia, Leonardo Salles, diz que uma medida protetiva foi determinada pela Justiça. Assim, Maxwell estaria proibido de se aproximar da mulher, de enviar mensagens ou até mesmo ligar para ela. Ainda segundo com Salles, a Polícia Civil abriu inquérito para investigar os crimes de lesão corporal, injúria e ameaça.

Siga o Yahoo Esportes: Twitter | Instagram | Facebook | Spotify | iTunes

Leia também