"Muito difícil virar a página", diz Mbappé, que recebe apoio de Deschamps e Pelé

·1 minuto de leitura
O atacante Kylian Mbappé foi o único a perder sua cobrança na decisão por pênaltis nas oitavas de final da Euro-2020 contra a Suíça

Kylian Mbappé admitiu nesta segunda-feira sua tristeza depois de seu pênalti perdido que eliminou a seleção francesa diante da Suíça nas oitavas de final da Euro-2020, apesar do apoio recebido de Didier Deschamps e Pelé.

"Muito difícil virar a página. A tristeza é imensa depois dessa eliminação", escreveu Mbappé em suas redes sociais.

"Sinto muito por este pênalti. Queria ajudar a equipe mas não consegui. Vai ser difícil encontrar o sono, mas infelizmente são os altos e baixos deste esporte que tanto amo", acrescentou o atacante do PSG.

Revelação da Copa do Mundo de 2018, mas abaixo do seu nível durante esta Euro onde não balançou as redes, o atacante "reúne todas as qualidades para ter dias melhores", reagiu, após o jogo, o técnico da seleção francesa Didier Deschamps.

Mbappé "está profundamente triste, como todos os jogadores. Ninguém pode culpá-lo, a partir do momento em que ele assume a responsabilidade (de bater o pênalti), isso pode acontecer, então obviamente ele está muito abalado", também declarou Deschamps ao microfone da TF1.

Pelé, que havia parabenizado calorosamente o francês pelo título mundial de 2018, também lhe transmitiu uma mensagem de conforto. "Levante a cabeça, Kylian! Amanhã é o primeiro dia de uma nova jornada", escreveu ele no Twitter.

bpa/bm/aam

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos