Muita calma nessa hora! Lesão de Diego não deve acelerar trabalhos com Darío Conca

A vitória sobre o Atlético-PR teve sabores distintos para a torcida do Flamengo. Ao mesmo tempo em que os rubro-negros comemoravam mais três pontos e uma boa atuação na Libertadores, ficaram tristes com a lesão sentida por Diego.

Camisa 10 do time na competição continental, o meia fez o gol da vitória sobre os paranaenses e depois deixou o campo após sentir o joelho direito. A notícia que os torcedores não queriam ouvir veio pouco depois: entorse. Diego será operado e só retorna no prazo de seis semanas. Ou seja: não vai entrar em campo nos próximos três compromissos pela Libertadores e será desfalque nas finais do Campeonato Carioca.

Tudo leva a crer que Diego vá fazer muita falta no elenco flamenguista. Os números do jogador na Libertadores da América, principal objetivo do clube na temporada, são a grande prova: dos seis gols marcados pelo Flamengo na competição, quatro tiveram participação direta do camisa 10.

Diego Ribas Flamengo Atletico-PR Libertadores 12042017

Diego é destaque nesta Libertadores (Foto: Gilvan de Souza/Flamengo/Divulgação)

Em três jogos disputados, Diego fez dois gols e deu assistência para outros dois. Além disso, deu o passe para sete finalizações de seus companheiros e é o segundo jogador da equipe treinada por Zé Ricardo que mais efetua desarmes (5).

Em meio às lamentações dos torcedores, o técnico Zé Ricardo já pensa em como armar o time sem a sua principal estrela e a tarefa não será fácil. Até porque outros jogadores que poderiam substituir Diego também estão em processo de recuperação: Ederson e Conca. Apesar da situação complicada, a ideia dentro do clube é de não precipitar os retornos de ambos. Principalmente o de Conca, que veio da China e ainda não estreou com a camisa rubro-negra.

Conca treino Flamengo 14 04 2017

Conca já trabalha com bola (Foto: Staff Images/ Flamengo)

“Nunca estipulamos datas. Não estamos preocupados com datas. Há todo um esforço da nossa parte, e nos preocupamos com que ele cumpra todas as etapas. Pode ser em junho, julho, mas não temos como precisar essa data. Tem tido evolução satisfatória. Estamos satisfeitos”, disse o médico Márcio Tannure.

Ederson academia Flamengo 14 04 2017

Ederson treina com o nº 10 em seu uniforme (Foto: Staff Images/ Flamengo)

A situação de Ederson está um pouco mais avançada: “Ederson está reintegrado ao grupo, treina sem problemas. A comissão técnica acredita que ele esteja na parte final do reequilíbrio muscular para que possa atender plenamente as questões do futebol. Depois será com Zé Ricardo”.