Mufarrej reitera contrariedade do Botafogo à retomada no Rio: 'O futebol pode esperar'


O presidente do Botafogo, Nelson Mufarrej, se manifestou de forma contrária à nota publicada pela Federação de Futebol do Rio de Janeiro (Ferj), nesta sexta-feira, com o apoio de 14 clubes do estado, na qual é reforçado o desejo de retorno às "atividades o mais breve que lhes for possível e permitido". O clube de General Severiano e o Fluminense foram os únicos a não assinar o documento.

– É questão de coerência a nosso posicionamento público. Estamos próximos ao pico da pandemia, com o sistema público de saúde perto da asfixia e o que mais se fala é em lockdown. O futebol pode esperar. O retorno tem que ser orgânico. Respeito a atitude dos demais clubes, mas entendemos ser a hora de preservar a saúde de todos e por isso não assinamos – disse Mufarrej.

Assinam a nota América, Americano, Portuguesa, Cabofriense, Bangu, Boavista, Friburguense, Macaé, Madureira, Nova Iguaçu, Resende, Volta Redonda, Vasco da Gama e Flamengo, além da Ferj. Um protocolo médico elaborado em conjunto foi submetido à análise das autoridades governamentais.

A pandemia do coronavírus suspendeu as competições de futebol em todo o território fluminense, desde março. O governo estadual decretou medidas de isolamento até o dia 11 de maio. Caso este período não seja prorrogado, já há clubes que pretendem retornar aos treinos, como o Flamengo.







Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também