Mudança no comando do futebol pode livrar o Cruzeiro de ação milionária na Justiça

Yahoo Esportes
Dodô pode voltar ao Cruzeiro e retirar ação na Justiça (Alessandra Torres/AGIF)
Dodô pode voltar ao Cruzeiro e retirar ação na Justiça (Alessandra Torres/AGIF)

No início de janeiro o Cruzeiro divulgou que não exerceria a compra do lateral-esquerdo Dodô, mesmo obrigado por contrato. A decisão do Núcleo Dirigente Transitório visava uma economia imediata, pois o clube não teria como pagar R$ 1,3 milhão para a Sampdoria, da Itália, além de não ter condições de arcar com o salário do jogador, que seria um dos maiores do elenco. No entanto, meses depois, essa decisão virou uma ação milionária na Justiça do Trabalho. A troca no comando do futebol pode salvar o clube desse problema e ainda reforçar o time para a Série B do Campeonato Brasileiro.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Esportes no Google News

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Por contrato, assinado por Itair Machado, ex-vice-presidente na gestão de Wagner Pires de Sá, Dodô teria de jogar três partidas no último Campeonato Brasileiro ou então o Cruzeiro atingir 15 pontos, para que o clube mineiro fosse obrigado a comprar o lateral-esquerdo. Dodô também já tinha um pré-contrato assinado, com validade até dezembro de 2023.

Com a negativa do Cruzeiro, restou ao jogador tentar via Justiça que o contrato fosse cumprido. Dodô move uma ação na Justiça do Trabalho e cobra R$ 8,8 milhões de luvas pela assinatura desse trato. Além disso, o atleta tenta a efetivação do vínculo, como estava acertado desde o início de 2019, colocando Dodô como um dos jogadores mais bem pagos pela Raposa. No entanto, a reintegração ao elenco cruzeirense foi negada pela Justiça.

Mas tudo mudou desde as chegadas do técnico Enderson Moreira e do diretor de futebol Ricardo Drubscky ao Ccruzeiro. Na avaliação dos novos responsáveis pelo futebol celeste, a lateral esquerda é uma das posições mais carentes do elenco. João Lucas e Rafael Santos são as duas opções para o setor e ambos não foram bem nos primeiros jogos de 2020. Com situação pendente sem conseguir acerto com outras equipes, Dodô passou a ser uma opção viável. O lateral esteve nos planos de Corinthians, Internacional e Vasco, mas não se acertou com nenhum deles, até por estar travado ao contrato assinado com o clube mineiro.

E o acerto está muito próximo de acontecer. Dodô deve voltar a fazer parte do elenco do Cruzeiro, mas dentro de uma nova realidade financeira. E, assim como alguns jogadores, parte do valor será pago somente a partir de 2021, quando o clube projeta estar de volta à Série A do Brasileirão e com um orçamento maior. A retirada da ação na Justiça faz parte do acordo entre jogador e Cruzeiro.

Veja mais sobre futebol mineiro no Blog de Victor Martins

Siga o Yahoo Esportes no Instagram, Facebook e Twitter e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.

Leia também