MTB Festival: Avancini e Raiza Goulão vencem o Brasileiro de XCO

LANCE!
·2 minuto de leitura


A segunda edição do MTB Festival, realizado no Instituto Mairiporã-SP, recebeu, neste sábado, a decisão do Campeonato Brasileiro de Mountain Bike XCO - (Cross Country Olímpico), em que foi definido o terceiro e último título nacional da competição na elite. Entre os homens, o troféu de campeão ficou com o número 1 do mundo, Henrique Avancini. No feminino, Raiza Goulão ganhou.

A elite masculina teve Avancini e José Gabriel Marques duelando "roda a roda". Após concluirem juntos a primeira volta, Avancini teve teve um pneu furado e, claro, perdeu segundos. Assim, para conseguir chegar em Zé Gabriel, o melhor do mundo teve que acelerar para conseguir voltar a liderança a duas voltas do fim e conquistar seu 17º título nacional, 15 de XCO, um de XCC (Short Track) e um de Maratona (XCM). Luiz Cocuzzi (completou o top 3 no pódio. Avancini foi campeão com o tempo de 1h15min45.


Feminino

Na disputa entre as mulheres, a goiana Raiza Goulão liderou do começo ao fim para garantir seu tetra, na elite, em 1h25min29. Porém, durante toda a prova ela teve a perseguição da mineira Letícia Cândido e da cearense Hercília Najara, que completaram em 1h26min33 e 1h27min53, respectivamente. Se após 40 minutos de prova Raiza conseguiu sua maior diferença para a principal perseguidora, Letícia, com 24 segundos à frente, coube a campeã brasileira de 2019 tentar buscar a goiana nas últimas duas voltas, chegando a baixar para 17 segundos, porém sem ter êxito ao final.

Em seu segundo ano disputado o Brasileiro de XCO, Hercília Najara garantiu outro lugar no pódio, evoluindo da quinta para a terceira colocação da temporada anterior para a de 2020.

Categorias de base
Além das disputas das elites, também estiveram em jogo os títulos das categorias de base do mountain bike XCO neste sábado. Os campeões nas disputas foram: Henrique Bravo e Angelina Santos (infanto-juvenil), Lázaro Moreira e Luiza Cocuzzi (juvenil), Cainã Guimarães e Giuliana Morgen (júnior); e Gustavo Xavier e Marcela Lima (sub-23).