Mozart assume erros e nega que atrasos de salários esteja influenciando o Cruzeiro em campo

·1 minuto de leitura


O técnico Mozart Santos ponderou após o empate em 3 a 3 do Cruzeiro com o Guarani que a equipe não está tendo influência negativa pelos atrasos salariais do clube com o elenco e funcionários. O treinador negou que o desempenho em campo tenha menos empenho por esse problema.

O comandante espera que seus atletas consigam ter mais equilíbrio nos jogos, mantendo a boa performance no ataque, mas sem levar tantos gols, como vem acontecendo. Outra ponderação de Mozart foi ter admito o erro de sacar Marcinho do jogo, recuando o time cedo demais, quando ainda estava 3 a 2 no placar. Confira nos vídeos da matéria as análises do treinador celeste.

Mozart elogiou  força de vontade da equipe, que saiu atrás no placar, mas conseguiu empatar o jogo diante do Goiás
Mozart elogiou força de vontade da equipe, que saiu atrás no placar, mas conseguiu empatar o jogo diante do Goiás

Mozart fez ponderações do desempenho do time e busca equilibrar setores da Raposa-(Gustavo Aleixo/Cruzeiro)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos