Mourinho não tem dúvidas: Ronaldo era melhor que Cristiano Ronaldo e Messi

Goal.com

Na última década, a discussões sobre quem é melhor, Messi ou Cristiano Ronaldo, sempre esquentam as conversas entre os fãs dos dois jogadores e do futebol em geral. Mas para José Mourinho, treinador do Tottenham Hotspur, Ronaldo Fenômeno foi o melhor jogador que ele já viu atuar. 

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Esportes no Google News

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Em entrevista para a Live Score, o comandante português foi perguntado sobre qual foi o melhor Ronaldo, o Fenômeno ou Cristiano, e sobre quem foi o maior craque que ele já viu jogar, e não exitou ao responder.

Leia também:

"Para mim, Ronaldo, o brasileiro (é o melhor). Cristiano Ronaldo e Messi têm se mantido em alta nos últimos 15 anos, com carreiras grandiosas e com muito êxito. Mas se falarmos estritamente de talento e habilidade, ninguém supera o brasileiro. Quando estava no Barcelona, com Bobby Robson, me dei conta que era o melhor jogador que havia visto na vida", contou o treinador.

Mourinho e Ronaldo Fenômeno trabalharam juntos no Barcelona, na temporada 1996/97. Na época, Mourinho ainda era auxiliar técnico e havia sido contratado para trabalhar com o inglês Bobby Robson, comandante culé, após o bom trabalho da dupla no Sporting e no Porto, em Portugal. Naquela temporada, Ronaldo foi eleito o melhor jogador do mundo e seguiu para a Inter de Milão, onde também levou a Bola de Ouro no ano seguinte. 

Bobby Robson e Ronaldo no Barcelona / Foto: Getty Images
Bobby Robson e Ronaldo no Barcelona / Foto: Getty Images

Porém, depois de 1998, as lesões começaram a atrapalhar o brasileiro. Até que em 2000, ele sofreu a famosa ruptura dos ligamentos do joelho, que o tirou dos gramados por quase um ano e meio. E para o treinador do Tottenham, o Fenômeno poderia ter tido uma carreira ainda mais grandiosa no futebol se não fossem as graves lesões. 

"As lesões mataram sua carreira, que poderia ter sido ainda mais incrível. Mas o talento que tinha o menino, aos 19 anos, era algo incrível. Se falamos exclusivamente de talento, ninguém o supera", completou.

Ronaldo se recuperou da lesão poucos meses antes da Copa do Mundo de 2002 e já foi convocado, ainda como uma grande incógnita. Mas o atacante fez uma competição espetacular, terminou como artilheiro do torneio e foi fundamental para o título brasileiro. Ao final daquela temporada ele levou sua terceira Bola de Ouro. No total, o Fenômeno foi eleito ao prêmio em cinco temporadas, ganhando em três oportunidades.

Siga o Yahoo Esportes no Instagram, Facebook e Twitter e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.

Leia também