Mourinho estava certo: o Manchester United jogou futebol de várzea na Rússia

Se o Manchester United ganhar a Liga Europa deste ano, este é o capítulo do DVD comemorativo que todos inevitavelmente vão ignorar. O empate em 1 a 1 em Rostov nesta quinta-feira (9) foi um desempenho muito profissional, mas quando se trata da qualidade de exibição, não podemos dizer que José Mourinho não tinha nos avisado.

"É difícil acreditar que vamos jogar naquele campo... se isso pode ser chamado de campo", disse o técnico na última quarta (8).

O estado do campo no estádio Olimp-2 não proporcionou o futebol decente. A superfície empoeirada e saltitante ditava que tanto Rostov como United estavam comprometidos em sua jogada, e o resultado foi um combate que desmentiu a insistência da UEFA de que a Europa League é uma competição a ser levada a sério.

Menos de 24 horas depois de um dos maiores espetáculos do futebol europeu, com a virada espetacular do Barcelona Barcelona, ​​fomos "presenteados" com um dos piores. Mas o United foi foi capaz de jogar apesar das condições.

No primeiro tempo eles tiveram troca de passes menor do que em qualquer outro período de 45 minutos sob o comando de Mourinho nesta temporada. Porém, ainda assim eles entraram no intervalo com a vantagem de 1 a 0.

Tudo considerado, o sorteio continua a ser um resultado positivo. Na natureza de dois jogos na Europa League, um placar de 1 a 1 longe de casa não é nada de absurdo. Mourinho entrará feliz no avião de volta para Manchester, após não sofrer danos tanto metaforicamente, quanto fisicamente.

Jose Mourinho Rostov Manchester United



Foi uma noite extremamente esquecível, mas o importante é que o Manchester United saiu ileso.