Mourinho disse que vitória do Japão sobre Alemanha não foi surpresa

José Mourinho observa a Roma contra Torino em 13 de novembro de 2022. Foto: Danilo Di Giovanni/Getty Images
José Mourinho observa a Roma contra Torino em 13 de novembro de 2022. Foto: Danilo Di Giovanni/Getty Images

O treinador José Mourinho, da Roma, está em excursão com a sua equipe no Japão para cumprir com a rotina de treinamentos e de jogos amistosos contra o Yokohama Marinos e Nagoya Grampus. Em rápido contato com a imprensa japonesa, o Special One parabenizou o Japão pela vitória sobre a Alemanha.

"Parabéns ao Japão. Mas não é uma grande surpresa, é uma boa equipe, que está em crescendo. Já treinei jogadores asiáticos e tenho sorte, porque treinei os melhores, eles têm a mentalidade certa. Um jogador japonês na Roma? Se for barato", comentou Mourinho.

Leia também:

O português de Setúbal confirmou na sequência que não viu essa vitória de virada dos asiáticos para cima dos alemães. "Não vi. Estava na cama, a televisão estava ligada, mas adormeci. Fiquei arrasado!", justificou o técnico, que naturalmente tornou-se vítima do 'jet lag'.

Questionado sobre a possibilidade de um dia se tornar treinador da Seleção Japonesa, José não descartou, mas em compensação alegou que o Japão não necessita dos seus serviços. "No futebol nunca digas nunca, mas acho que a seleção japonesa não precisa de mim”, garantiu.

Não é a primeira vez que o Special One despista quanto ao assunto de trabalhar fora da Europa. Mourinho participou da transmissão do DAZN no jogo entre River Plate-URU x Santos e falou: “Nunca se deve dizer não. E eu aprendi que nunca diria ‘dessa água não beberei’. Mas neste momento meus planos são de continuar na Europa”, comentou.

O Japão agora só precisa confirmar uma vitória simples contra Costa Rica neste domingo (27) pelo Grupo E para confirmar a sua vaga nas oitavas de final com uma rodada de antecedência. O time da terra do Sol nascente só está atrás da Espanha, líder da chave e que goleou a Costa Rica por 7 a 0 na sua estreia.