Mourinho defende Pogba e crê em inveja de críticos

Principal contratação do Manchester United para a temporada, Pogba foi fortemente criticado após a atuação ruim no clássico contra o Chelsea, na última segunda-feira, válido pelas quartas de final da Copa da Inglaterra. Após a derrota por 1 a 0 que custou a eliminação dos Red Devils do torneio, a torcida não se conteve e demonstrou sua insatisfação com o meia, que não está fazendo jus ao valor pago para pelo clube para contar com seu futebol (R$ 380 milhões).

Leia mais: 

Com um a mais, Chelsea vence United e vai a semi da Copa da Inglaterra

Martial elogia postura do United apesar de derrota em Londres 

Apesar de não viver uma grande fase e ser menos decisivo que Ibrahimovic, que chegou ao clube inglês muito mais contestado pelo fato de já ser um jogador na reta final de carreira, Pogba conta com todo o suporte do técnico José Mourinho, que se opôs à torcida afirmando que o francês foi o melhor jogador em campo na derrota para o Chelsea.

“Sinto que o mundo está perdendo seus valores e todos nós sabemos disso. A inveja está chegando a certos níveis que eu me assusto, especialmente pela próxima geração, se as coisas forem nessa direção. Não é culpa dele (Pogba) que muitas das pessoas estão com problemas em suas vidas e precisam de cada centavo para sobreviver, enquanto ele é multimilionário”, disse Mourinho durante entrevista coletiva que antecede o confronto entre Manchester United e Rostov, válido pela partida de volta das oitavas de final da Liga dos Campeões.

Na expectativa de que o Manchester United assegure a classificação para as quartas de final do torneio continental nesta quinta-feira, às 17 (de Brasília), a torcida só deverá diminuir as críticas a Pogba caso o meia, enfim, apresente uma maior regularidade e o futebol que o fez despontar como um dos melhores jogadores da atualidade. Tentando blindar seu jogador, Mourinho pediu respeito ao francês e citou sua trajetória.

“Ele merece respeito, sua família merece respeito. Ele é um garoto que veio de uma família trabalhadora, uma família com três filhos que tenho certeza que precisaram de muita comida na mesa todos os dias, porque eles são gigantes. Então tenho certeza que a mãe e o pai dele tiveram de trabalhar duro por muitos anos para eles. Ele é um garotou que veio para Manchester ainda adolescente que lutou pela sua carreira, não teve medo de mudar para outro país com a intenção de buscar melhores condições”, relatou o treinador português.

“Estou muito feliz com Paul (Pogba), o clube está feliz com Paul. O bom é que por conta de sua personalidade ele não dá a mínima para o que as pessoas dizem”, finalizou.