Mourinho admite bullying com elenco da Inter: "Falei que era Scudetto de m..."

Goal.com

Há dez anos atrás, Mourinho conduziu a Inter de Milão na temporada mais vitoriosa de sua história, na qual conquistou a tríplice coroa, incluindo o título da Champions League de 2009/10, eliminando o lendário Barcelona de Guardiola, Messi, Xavi e Iniesta. 

Mas apesar de todos os títulos e conquistas, Mourinho contou que teve alguns problemas internos com o elenco da equipe e que cometeu alguns erros nos bastidores, que muitas vezes não são revelados. Ele inclusive admitiu que em alguns momentos foi um “idiota”.

“Existem relacionamentos: eu treino, você joga. A empatia depende da capacidade de me aceitar como sou. É como um quebra-cabeça”, falou Mourinho à Gazzetta dello Sport

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

“Na Inter, havia pessoas esperando alguém como eu para completar esse quebra-cabeça. Eu nunca sou falso, sou original: sou eu e é isso. Eu também era um idiota, mas era eu", completou.

O treinador também contou que após uma derrota na por 3x1 na Serie A, explodiu com seus jogadores. Hoje ele reconhece que errou.

“Especialmente após a derrota contra Bergamo. Fui muito violento com os jogadores. Eu disse a eles que haviam vencido o Scudetto de m... foi só depois que eu entendi que tinha machucado alguns deles e pedi desculpas”.

Mas apesar dos atritos, Mourinho contou que nunca se sentiu tão bem em clube como se sentiu naquela temporada no Giuseppe Meazza. 

"Eu estava no meu melhor, me sentia em casa, onde pude sentir as emoções do grupo, onde investi 200% do meu coração", revelou o treinador. 

Mourinho Inter 2010
Mourinho Inter 2010
Foto: Getty Images

Então, o trabalho foi finalmente coroado em maio de 2010, com o título da Champions League. Após eliminar o Barcelona de Guardiola na semifinal, a Inter venceu o Bayern de Munique no Santiago Bernabéu e levou a “orelhuda” para Milão. 

“Foi por isso que, em 22 de maio, em Madri, fiquei contente em experimentar a felicidade dos outros, desde Moratti [ex-presidente da Inter], até as pessoas que trabalhavam no vestiário”.

Mourinho já havia conquistado uma Liga dos Campeões pelo Porto e sempre colecionou polêmicas por onde passou, mas contou que na Inter tudo era diferente. Lá se sentia parte de uma família, o que continua mesmo depois de tantos anos.

"Eu já havia conquistado um título de Liga dos Campeões, sempre pensava em mim primeiro e depois nos outros. Na Inter, nunca foi assim. Em uma família, quando você se torna pai, entende que alguém é mais importante que você e que você passa para o segundo lugar”.

"Dez anos depois, estamos todos juntos novamente. Outro dia falei com Alessio, meu motorista na Inter. Onde e quando acontece que um técnico que sai, dez anos depois, ainda fala com o motorista? Nunca. Isso é a Inter para mim. Este é o meu povo”.

Leia também